Final da novela? Matheus Cassini acerta com o Palermo. Corinthians receberá à vista

    Matheus Cassini está mesmo de malas prontas para a Itália. A novela envolvendo o jovem jogador chegou ao fim nesta terça-feira, após uma reunião no CT Joaquim Grava. Segundo o agente do jogador, o Corinthians acertou a transferência. O clube conseguiu reverter a situação e receberá o pagamento à vista do Palermo, no dia 1º de julho. O contrato do atleta com o clube italiano será de cinco anos.

    O Palermo irá desembolsar 1,5 milhão de euros (R$ 5,1 milhões) para contratar o jogador. O Corinthians, que enfrenta uma crise financeira, tem direito a 70% desse valor: R$ 3,57 milhões. Os outros 30% são da empresa Art Sports. Além disso, o clube alvinegro terá direito a 10% de uma futura venda do meia-atacante. O Corinthians, por meio da sua assessoria, ainda não confirma o acerto.

    Nesta segunda-feira, o Palermo havia reafirmado que só poderia pagar em duas parcelas. Na reunião de hoje, ficou acertado o pagamento à vista. A reunião desta terça-feira contou com a presença do presidente Roberto de Andrade, dos agentes Nilson Moura e Edu Cornacini, além do próprio Cassini, que deve ser liberado pelo clube paulista apenas depois do pagamento.

    A vontade do atleta contou muito para que a negociação se concretizasse. A família de Cassini avaliou que o contrato oferecido pelo Palermo vale mais a pena: na Itália, o jovem de 19 anos receberá um salário equivalente a R$ 80 mil.
    Na semana passada, depois de reuniões com o gerente Edu Gaspar, ficou acertado que o atleta teria um reajuste em caso de permanência, mas modesto: os vencimentos passariam de R$ 8 mil para R$ 15 mil.
    No último domingo, contra o Fluminense, no Maracanã, Cassini foi relacionado por Tite pela primeira vez. Inicialmente, o jovem de 18 anos não estava nos planos do técnico. O atleta nem chegou a ser relacionado na lista dos inscritos da competição.

    Veja Também