Fora de jogo do título, Rodriguinho se apega a grande atuação em Campinas

    Um dos destaques do Corinthians na conquista do 28º título de Campeonato Paulista foi ausência no jogo final. Autor de dois gols e uma assistência no 3 a 0 da ida, que encaminhou o troféu, Rodriguinho não escondeu a frustração por desfalcar o time pelo terceiro cartão amarelo. A atuação em Campinas, no entanto, consola o meio-campista.

    “Não ter jogado hoje foi uma dor incrível, porque queria estar muito neste momento. Batalhamos muito para chegar até aqui e seria uma felicidade estar jogando. Aquele jogo em Campinas ficará gravado na minha memória, de ter uma atuação boa em uma decisão”, afirmou Rodriguinho, em entrevista ao ‘Sportv.’

    Rodriguinho terminou a competição como um dos destaques e candidato ao prêmio de craque do Paulistão. Fábio Carille, treinador campeão, tratou de elogiar individualmente o meio-campista, que prevê um Corinthians ainda mais forte para o restante da temporada.

    “Agradeço pelo Carille ter me elogiado e colocado como um dos principais jogadores. Vivo um momento bom, mas a marca do trabalho dele é uma equipe organizada e aguerrida. Com a evolução da equipe é natural fazer mais gols e se tornar uma equipe muito forte”, acrescentou.

    Rodriguinho volta ao time em outra decisão. Na quarta-feira, o clube de Parque São Jorge encara a Universidad do Chile, fora de casa, pela Copa Sul-Americana – o Corinthians viaja para Santiago com uma vantagem de dois gols construída no confronto da ida, em Itaquera.

    Após a competição sul-americana, o Corinthians pensa no início do Campeonato Brasileiro. No domingo, a partir das 16h (de Brasília), a equipe alvinegra recebe a Chapecoense, na Arena.

    Veja Também