‘God of Clássicos’ e mais: as preocupações do São Paulo para o duelo contra o Corinthians

    O São Paulo tem três preocupações principais para o clássico deste domingo (11 de junho), contra o Corinthians. O Tricolor já deu indícios de que irá utilizar o contra-ataque no Majestoso, então não quer se expor na Arena Corinthians. Além disso, deverá ter uma atenção com a sequência da partida após marcar um gol, e com o centroavante Jô, artilheiro do Timão.

    O camisa 7 alvinegro ainda não passou em branco contra Palmeiras, São Paulo e Santos, e preocupa o Tricolor. “Precisamos ter muito cuidado. Eles marcam todos atrás da linha da bola e saem no contra-ataque. Precisamos ter muita atenção ao Jô também, que está fazendo muitos gols”, disse o meia Thomaz.

    Saiba mais:

    Drogba marca em estreia

    United acerta com sueco

    Corinthians tem mudança

    O meio-campista tricolor não ficou em cima do muro e admitiu que o São Paulo deve adotar uma postura defensiva neste domingo, até para dificultar o estilo de jogo do rival, que costuma apostar em contra-ataques rápidos. “Não vamos dar a bola para eles, mas precisamos ter cuidado. Não podemos pressionar muito lá na frente, porque isso pode abrir espaço para eles avançarem com velocidade”, completou.

    O Majestoso representa a chance de o Tricolor quebrar duas marcas negativas. A equipe não conseguiu pontuar fora de casa neste Campeonato Brasileiro e nunca venceu o rival em Itaquera. Iniciou a rodada na sétima posição do Brasileiro graças aos 100% de aproveitamento que tem no Morumbi – longe de casa, perdeu por 1 a 0 para Cruzeiro e Ponte Preta.

    Outra preocupação são-paulina está nos minutos que sucedem o gol tricolor. Contra o Vitória, na última quinta-feira, por exemplo, a equipe dominava o jogo e abriu o placar com Thomaz. Nos instantes seguintes, porém, o time se mostrou desestabilizado e por pouco não sofreu o empate.

    “Depois do gol, não sei por quê, mas é uma característica do time passar esse sufoco. Precisamos trocar passes e ter mais calma nesses cinco, dez primeiros minutos pós-gol. É um momento ótimo para criar oportunidades de contra-ataque, mas não estamos sabendo conduzir o jogo quando isso acontece”, afirmou o técnico Rogério Ceni.

    O São Paulo encara o Corinthians neste domingo, às 16h (de Brasília), pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Em Itaquera, o Tricolor jogou em seis oportunidades, conseguindo apenas dois empates e sendo derrotado quatro vezes.

    Veja Também