Gringos em baixa: Mendoza e Romero não convencem e perdem espaço

    Tite ainda espera pela chegada de mais um atacante para seguir na briga pelo título do Campeonato Brasileiro. Enquanto o novo “camisa 9” não chega, outros dois jogadores do mesmo setor perdem espaço gradativamente no grupo. Sem empolgar a torcida e a comissão técnica, Mendoza e Romero ficam fora até do banco de reservas do Timão.

    A situação mais incômoda vive o paraguaio. Ele não atua desde o dia 5 de julho, data do empate sem gols com o Goiás, no Serra Dourada. São sete partidas sem sequer pisar em campo. No total, Ángel disputou somente dez confrontos oficiais na temporada, marcou um gol e não conseguiu convencer Tite de que pode ser útil.

    Contratado do Cerro Porteño no ano passado, Romero chegou com moral, mas aos poucos saiu dos planos de Mano Menezes. Com Tite, a situação foi ainda pior. Última opção para o ataque, o jogador teve uma sequência contra Palmeiras, Grêmio, Joinville e Internacional logo depois da saída de Guerrero, mas não aproveitou e hoje está bem atrás de Malcom, Rildo, Luciano e Love.
    A direção alvinegra sonha em resolver o problema encontrando um novo clube para o paraguaio. Na semana passada, o Timão

    recebeu uma sondagem do Espanyol para emprestá-lo por um ano, mas o negócio ainda não foi concretizado. Romero também quer sair, porém, depende da chegada de ofertas para respirar novos ares – o contrato acaba em 14 de julho de 2019.

    Mendoza também não passa por seus melhores dias. Depois de entrar no segundo tempo contra o Atlético-MG, dia 19 de julho, ele acumula quatro rodadas sem ser aproveitado. Se a fase não é boa, o colombiano pelo menos já jogou mais vezes que Romero em 2015. Foram 28 partidas e três gols marcados.

    O atacante é visto no clube como um jogador de muita velocidade, mas de pouca qualidade técnica. Por conta disso, perdeu espaço desde que Malcom voltou da disputa do Mundial sub-20 e que Rildo foi contratado. Na vitória sobre o Sport, por exemplo, ele esteve no banco de reservas, mas Tite optou pelo ex-Ponte Preta para o segundo tempo.

    Contratado do Chennaiyin, da Índia, Mendoza chegou ao Corinthians como uma incógnita. A diretoria ainda acredita que ele conseguirá se desenvolver e atuar em alto nível. A comissão técnica já não tem a mesma opinião. O jogador tem contrato até o fim de 2018 e, dependendo dos reforços que o clube buscar no fim de 2015, pode ser emprestado.

    O treino da última sexta-feira resume bem o momento de ambos. Com todos os jogadores já nos vestiários, Mendoza e Romero ficaram no gramado por mais 30 minutos para um treino de finalizações. Posicionado no meio de campo, Tite viu de perto a atividade. No sábado, decidiu: nenhum deles viajou com o grupo para enfrentar o Avaí, neste domingo, em Florianópolis.

    Veja Também

    Comments (4)

    1. Avatar
      Jairo Domingues

      Vaiii Corinthians

    2. Avatar
      Emanuel Oliveira

      Acorda mendoza..tu tem futebol pro timao!#romerofora

    3. Avatar
      José Freithas

      ja estava na hora néh. manda esses dois pros quintos . jogao bosta nenhuma. princepalmente esse Romero muito ruin. naum tem classe pra vestir o manto Corinthiano naum.

    4. Avatar
      Emílio Grocholski

      era o sonho do Romero jogar no CORINTHIANS acabaram com a carrera do cara

    Comments are closed.