Guerrero coloca Tite no topo, mas não vota em Cristiano Ronaldo como melhor do mundo

    Nesta segunda-feira (24 de outubro), a Fifa elegeu o português Cristiano Ronaldo pela quinta vez na história o melhor jogador do mundo. Como tradição, após revelar os resultados, a entidade máxima do futebol também divulgou em seu site oficial os votos de todas as categorias.

    Semifinais da Libertadores no FOX Sports

    Os capitães das seleções ligadas à Fifa, os seus técnicos e um jornalista de cada país são os responsáveis pela eleição. Por conta disso, apenas um jogador que atua no futebol brasileiro teve direto a voto, o atacante Paolo Guerrero, capitão do Peru. O camisa 9 do Flamengo, curiosamente, não colocou o atleta do Real Madrid como o melhor da temporada.

    Guerrero votou em Lionel Messi como jogador do ano, enquanto CR7 foi o segundo e o italiano Gianluigi Buffon o terceiro. Já no quesito melhor técnico, o peruano escolheu um velho conhecido dele. Tite, treinador da Seleção Brasileira e seu antigo comandante no Corinthians, foi o escolhido, seguido por Zinédine Zidane, do Real Madrid, e Diego Simeone, do Atlético de Madrid.

    Crédito da foto: Gilvan de Souza/Flamengo

    Veja Também

    Notícias do Corinthians