Hyundai paralisa negociação de patrocínio com o Timão

    A negociação entre Corinthians e a Hyundai Motors, pelo patrocínio master, parou. O clube negocia em duas frentes para ter o aporte da montadora sul-coreana a partir de maio – quando se encerra o atual contrato com a Hypermarcas -, mas viu as chances diminuirem nos últimos dias.

    A 9ine, agência de marketing de Ronaldo Nazário, que conduz a negociação com o Grupo Caoa – principal importadora da Hyundai no Brasil – não passa novidades ao Corinthians há mais de duas semanas e não cria expectativas otimistas na diretoria alvinegra. O Flamengo, que também negocia com a Hyundai pela 9ine, também tem expectativa negativa.

    Do outro lado, o marketing do Timão, que conversava diretamente com a matriz da montadora, na Coreia do Sul, enfrenta outro problema: a Hyundai passa por troca na presidência e quem deve assumir a montadora já sinalizou que não espera investir os cerca de R$ 30 milhões anuais pelo investimento em marketing na camisa do Timão, pedidos pela diretoria do clube.

    Caso o negócio com a Hyundai emperre, o mais provável é que o Corinthians renove o patrocínio master com a Hypermarcas. A empresa entraria com cerca de R$ 35 milhões anuais no clube, mas pegaria o peito, as costas e a manga no uniforme. Atualmente, ela conta também com os espaços do ombro e da axila, que ficariam livres para serem comercializados para outros interessados.

    Reportagem: Lance!

    Veja Também

    Notícias do Corinthians
    Notícias do Corinthians