Integrado no Corinthians, chinês Zizao vai até a evento de título que não participou

    No Corinthians há um mês, o chinês Zizao não se inibe. Vai a jogos como torcedor, pede para os colegas de elenco falarem português com ele, conversa em inglês com outros. Faz de tudo para não ficar deslocado.

    Na noite da última quinta-feira, o atacante de 24 anos compareceu à noite de autógrafos do livro “Pentacampeão 2011 – O mais corintiano de todos os Brasileirões”, do fotógrafo Daniel Augusto Jr. Ou seja, foi à celebração de um título do qual sequer participou.

    O evento ocorreu na Loja Poderoso Timão, do goleiro Julio Cesar, em um shopping na Mooca. Zizao foi o primeiro a chegar, antes mesmo do autor do livro. Sem entender muito o que os torcedores falavam, tirou fotos e distribuiu autógrafos.

    Ao ser questionado por que foi ao evento, arriscou o português: “jogadores amigos vindo.”

    Em entrevista em inglês ao UOL, revelou. “Falo português com alguns jogadores e com outros em inglês. Com o Julio Cesar falo inglês.”

    Na fila, uma torcedora disse. “Quero o autógrafo do Julio Cesar e do Castan. Ah, do Ching Ling também.”

    Outro torcedor exibiu aos fotógrafos o autógrafo do chinês na camisa. “Sendo do elenco está valendo. Mas acho que ele não vai jogar nada no Corinthians”, comentou.

    Os atletas corintianos procuram interagir com o asiático. “Uma vez comecei a falar em inglês com ele e ele disse: ‘fala em português mesmo'”, sorriu Leandro Castan. “O pessoal já está procurando um apelido para ele.”

    Na sua segunda semana de treinamentos no Timão, Zizao sofreu uma luxação no ombro. A previsão é que ele volte a treinar com bola a partir da segunda semana de abril. “O ombro está melhorando. Volto a jogar em alguns dias.”

    Em relação ao idioma, revelou algumas palavras que aprendeu para situações de jogo. “Passa a bola. Sai. Para o lado. Direita. Esquerda. Homem atrás…”

    A questão agora é quando o camisa 200, apresentado pelo clube como reforço no dia 1º de março, estreará. Estratégia de marketing para ganhar força no mercado chinês, Zizao precisa convencer Tite de que pode ser escalado.

    Reportagem: UOL

    Veja Também

    Notícias do Corinthians