Invasão Corinthiana completa 41 anos nesta terça-feira

    No dia 05 de dezembro de 1976 um jogo entrou para a história do futebol tendo como personagem principal a Fiel. Na tarde daquele domingo, cerca de 70 mil alvinegros rumaram ao Rio de Janeiro e dividiriam as arquibancadas do Maracanã ao meio na semifinal do Campeonato Brasileiro, contra o Fluminense, no episódio que ficou conhecido como “Invasão Corinthiana”.

    Naquela ocasião, já se passavam mais de 22 anos desde a última vez que o Corinthians levantava uma taça. A proximidade de acabar com o jejum fez a Fiel comparecer em peso no estádio carioca.

    Em jogo único para saber quem avançaria à final, os mandantes abriram o placar com Carlos Alberto Pintinho. A igualdade veio aos 30 minutos do primeiro tempo. Vaguinho cobrou escanteio, Geraldão cabeceou sem direção, mas Ruço apareceu para emendar uma meia-bicicleta e fazer um golaço.

    A segunda etapa foi praticamente sem futebol. A tempestade que caiu sobre o Rio de Janeiro deixou o gramado sem condições de a bola rolar. Mesmo assim, o árbitro Saul Mendes prosseguiu com o duelo até o fim, deixando a decisão para os pênaltis.

    Na marca da cal, foi a vez do goleiro Tobias brilhar. Neca, Ruço, Moisés e Zé Maria fizeram para o Timão. Rodrigues Neto, duas vezes, e Carlos Alberto Torres pararam no arqueiro alvinegro e o Corinthians classificou-se para a decisão.

    Você encontra esta e outras informações no aplicativo oficial Almanaque do Timão e no aplicativo oficial do Sport Club Corinthians Paulista, ambos disponíveis em sistemas iOS, na Apple Store, e Android, na Google Play Store.

    Veja Também