Jogador do Palmeiras defende Jô e cobra arbitragem: ‘Muito fácil pegar o carro e ir para casa’

    O gol irregular de Jô pelo Corinthians virou assunto no rival Palmeiras. Questionado sobre o lance, o zagueiro Edu Dracena defendeu o corintiano e ainda fez críticas ao sistema de arbitragem brasileiro, que não permite que os juízes concedam entrevistas e declarações sobre suas decisões.

    “Ele também precisa dar entrevista. É muito fácil para o árbitro, depois de um lance polêmico como o que houve, simplesmente pegar o carro e ir embora para casa, enquanto o jogador tem que dar entrevista e ser cobrado por todo mundo. Precisamos de profissionalização no futebol e do árbitro de vídeo. Claro que não é para parar todas as jogadas, porque se não acaba o futebol, mas nos lances polêmicos, seria importante”, disse o defensor.

    A posição do camisa 3 é contrária à de Cuca. Também após a partida entre Palmeiras e Coritiba, nesta segunda-feira, o treinador afirmou que a implementação do árbitro de vídeo no Campeonato Brasileiro seria uma “lambança”.

    “Sempre batemos na tecla que precisa ser profissionalizada a arbitragem. Não são só os atletas, eles também fazem parte do jogo. E precisam declarar por que marcaram ou não algum lance, se viram ou não alguns lances. Só os jogadores podem dar entrevista, precisam rever isso e que eles falem também”

    O gol irregular de Jô neste domingo, contra o Vasco, em Itaquera, fez com que o presidente da CBF, marco Polo Del Nero impusesse a utilização do árbitro de vídeo no Campeonato Brasileiro “o mais rápido possível”. A comissão de arbitragem agora corre contra o tempo para deixar toda a estrutura preparada a tempo do início da 25ª rodada, neste fim de semana.

    Veja também:

    Cavani é desejo de grande europeu 

    Ex-Flamengo faz golaço de bicicleta

    Campeão do mundo detona Neymar

    Veja Também