Cruzeiro 0 x 2 Corinthians

    Resultados

    Amistoso 2018

    MineirãoAv. C - São José, Belo Horizonte - MG, Brasil

    Cruzeiro
    Corinthians
    0 - 2
    Final
    Ángel Romero - 1 (13')Pedro Henrique - 1 (74')
    Estatísticas
    12Finalizações6
    3Escanteios1
    7Faltas9
    0Cartões Amarelo0
    0Cartões Vermelho0
    0
    Pass Accuracy
    0
    Shot Accuracy
    OFF
    0
    F
    0
    SH
    0
    0
    Pass Accuracy
    0
    Shot Accuracy
    OFF
    0
    F
    0
    SH
    0
    Posse de Bola
    52%
    48%
    Linha do Tempo
    0'
    11. Ángel Romero
    13'
    28. Paulo Roberto
    46'
    15. Léo Santos
    46'
    34. Pedro Henrique
    46'
    35. Danilo Avelar
    46'
    Ralf
    46'
    20. Thiaguinho
    46'
    10. Pedrinho
    46'
    Jadson
    46'
    39. Bruno Xavier
    46'
    Jogador
    46'
    Caíque França
    73'
    34. Pedro Henrique
    74'
    20. Danilo
    75'
    90'

    Vídeo

    Ficha

    Boa impressão!

    Após a parada para a Copa do Mundo, a equipe do Corinthians finalmente deu uma boa impressão à Fiel Torcida, vencendo o Cruzeiro por 2 a 0, no Mineirão, com gols de Romero (aniversariante do dia) e Pedro Henrique.

    Cruzeiro 0 x 2 Corinthians
    Foto: CEC

    Se preparando durante a parada para a Copa do Mundo, o Corinthians venceu o amistoso contra o Cruzeiro, por 2 a 0, na noite desta quarta-feira, no Mineirão. O confronto “de volta” acontece na próxima semana, em São Paulo.

    O Corinthians entrou mais ligado no jogo. No primeiro tempo, logo aos 13, a equipe abriu o marcador com Romero em um bom contra-ataque. Na segunda etapa, após muito sufoco, Pedro Henrique conseguiu ampliar para o Corinthians.

    Primeiro tempo

    Com a parada para a Copa do Mundo, as equipes aproveitam para medir suas qualidades e corrigir erros. O técnico Mano Menezes aproveitava, sobretudo, para observar como colocaria seu time em campo de agora para frente, considerando que não terá Fred, Sassá e Raniel, o trio está contundido.

    A equipe foi armada da mesma maneira como o Cruzeiro conquistou a Copa do Brasil. Sem um homem de referência, com Rafael Sóbis fazendo o papel de homem de área, no entanto, com muita movimentação, abrindo espaços.

    Claramente as equipes tinham comportamentos diferentes em campo. O Cruzeiro estudava mais o jogo, observava mais os lances, tinha mais cautela. O Corinthians – até pela forma que parou para a Copa do Mundo – estava mais “ligado” no jogo.

    E justamente por estar atento ao jogo que o Corinthians chegou ao primeiro gol rápido. Logo aos 13 minutos, em uma jogada curiosa, o Timão abriu o marcador. Após cobrança de escanteio do Cruzeiro, a bola saiu pela linha de fundo. Walter cobrou o tiro de meta e armou o contra-ataque. Ele encontrou Clayson na frente e passou para Romero que chutou e bateu Fábio. Enquanto isso, a zaga do Cruzeiro foi pega de surpresa e não conseguiu recompor.

    O jogo seguiu os mesmos moldes após o tento. O Cruzeiro tinha a posse de bola, buscava se armar, mas parava em seus próprios erros, as vezes de passe, outras na finalização. O Corinthians tinha uma base defensiva forte, bem armada, e buscava os contra-ataques.

    O Cruzeiro fazia do seu lado direito mais forte, atacava bastante utilizando os passes de Edilson. Mas parava sempre na zaga paulista. O Corinthians, por sua vez, pegava essa bola e procurava Romero ou Clayson.

    A melhor chance do Cruzeiro aconteceu aos 40 minutos, Thiago Neves, entrou na área, chutou forte e obrigou Walter a fazer uma grande defesa.

    Segundo tempo

    Com várias alterações, o Cruzeiro voltou melhor na etapa final. O Corinthians não conseguia se encontrar e deixava vários espaços para a Raposa armar boas investidas.

    Aos 10, o Cruzeiro quase abriu o placar. Em boa investida pela esquerda, Marcelo Hermes driblou um adversário e chutou cruzado. Walter fez a defesa, mas a bola sobrou para Patrick Brey. Ele chutou e a bola passou por cima.

    No lance seguinte, o Cruzeiro chegou novamente com Rafael Sóbis. O camisa 7, dentro da área, finalizou, mas a bola foi fraca. Ele reclamou penalidade, mas o árbitro não deu ideia.

    Quando o Cruzeiro era muito melhor em campo, atacava de todas as formas, lutava para empatar o duelo, levou o segundo gol. Aos 29, em cobrança de falta da esquerda, a bola encontrou Pedro Henrique que mandou a bola para o fundo das redes.

    Fonte: Gazeta Press

    Detalhes

    DataHoraCampeonatoTemporada
    04/07/201820:00Amistoso2018

    Estádio

    Mineirão

    Av. C - São José, Belo Horizonte - MG, Brasil