Lesão de Pablo pode deixar Corinthians só com um zagueiro reserva

    Carille tem motivos para ficar preocupado com Pablo. O zagueiro deixou o campo na partida contra a Chapecoense, no sábado (13), em Itaquera, ainda no primeiro com dores na coxa direita. Caso seja confirmada a lesão, o Corinthians ficará apenas com um reserva à disposição para a zaga. No momento, o treinador tem à disposição para o setor Balbuena, Pedro Henrique e Léo Santos.

    Vilson, que seria a outra opção de Carille, precisou ser submetido à artroscopia no joelho esquerdo e só deve ser liberado para voltar a trabalhar com o restante do elenco em junho.

    Pablo sentiu a lesão na coxa sozinho, quando tentava impedir um ataque da Chapecoense. O médico do clube, Julio Stancati, não deu um diagnóstico antes dos exames que devem ser realizados nos próximos dias. Porém, se for confirmada a suspeita de estiramento muscular, o jogador deve ficar cerca de seis semanas longe dos campos.

    Coincidentemente, Pablo foi notícia durante a última semana. Em entrevista ao UOL Esporte, o representante do jogador, o advogado Fernando César, havia criticado a diretoria corintiana nas tratativas para que o jogador seja comprado em definitivo pelo Bordeaux, da França. O defensor, de 25 anos, tem vínculo com o Corinthians até o dia 31 de dezembro deste ano.
     
    “Empresários têm me ligado se dizendo credenciados por esses clubes, mas não tenho dado abertura a esse tipo de conversa. Primeiro, porque se um clube estiver interessado, pode ligar diretamente para mim. E quem me conhece sabe que, enquanto eu estiver negociando com Corinthians, não converso com qualquer outro clube”, disse Fernando César, que revelou o contato de uma grande equipe turca e de pessoas ligadas a outros quatro grandes do Brasil: Palmeiras, São Paulo, Flamengo e Atlético-MG.

     

    Veja Também

    Vídeos do Corinthians