Líder do Campeonato Holandês, PSV é primeiro adversário do Corinthians em 2018

    De férias após um ano vitorioso em 2017 – que contou com os títulos do Campeonato Paulista e Brasileiro –, o Corinthians começa 2018 em Orlando, na Flórida, nos Estados Unidos, onde pelo quarto ano consecutivo disputa a Flórida Cup. Serão dois compromissos contra oponentes europeus. O primeiro acontece no dia 10 de janeiro, no Orlando City Stadium, diante do PSV (HOL).

    Fundado em 31 de agosto de 1913 (104 anos), o clube de Eindhoven é o segundo maior clube da Holanda, somente atrás do Ajax. São 23 títulos nacionais conquistados, além de outras nove taças da Copa da Holanda, 11 Supercopas da Holanda e uma Copa da Uefa (atual Liga Europa) em 1977/78.

    Mas o ponto alto da história do PSV aconteceu durante a temporada 1987/88. Sob o comando do hoje ex-treinador Guus Hiddink, a equipe conquistou o mais importante título europeu diante do Benfica (POR). Após o empate sem gols, a equipe holandesa sagrou-se campeã nas penalidades máximas.

    Nesta temporada, o PSV começou frustrando seus torcedores. Nos play-offs da Liga Europa, o gigante holandês caiu para o modesto NK Osijek, da Croácia, perdendo no Philips Stadion, casa do clube, por 1 a 0, mesmo placar no jogo de volta.

    Com apenas competições nacionais para disputar, a equipe segue bem. Na Eredivise (Campeonato Holandês), o PSV lidera após as primeiras 15 rodadas. São 39 pontos (13 vitórias e somente duas derrotas), cinco a mais que o AZ, segundo colocado, e a sete do rival Ajax, terceiro na tabela.

    Na copa nacional, a KNVB Beker, os “Boerens”, como são conhecidos, estão nas oitavas de final, e encaram o VVV-Venlo, também da primeira divisão, no próximo dia 20.

    Para ficar de olho

    Comandados por Cocu, ex-jogador do clube e da Seleção Holandesa, o PSV possui jogadores de destaque no seu elenco, principalmente no setor ofensivo. Em uma temporada em que Luuk de Jong não mostra o faro de gol habitual, o compatriota Jürgen Locadia e o mexicano Hirving Lozano, aparecem como artilheiros do nacional com nove e 10 gols, respectivamente.

    No meio de campo, o destaque é Marco Van Ginkel. O garoto de 25 anos, emprestado pelo Chelsea, é o responsável por armar as jogadas da equipe. No gol, Jeroen Zoet, convocado constantemente para a Seleção Holandesa, é quem comanda a defesa.

    Além de Zoet, outros jogadores também estão habituados a defenderem seus países. Enquanto Jürgen Locadia, Marco Van Ginkel e Adam Maher se juntam ao goleiro na Holanda, Santiago Arias (que serviu a Colômbia na Copa do Mundo de 2014), Gastón Pereiro (Uruguai), Hirving Lozano (México) e Albert Guðmundsson (Islândia) foram convocados pelo menos uma vez em suas carreiras.

    Veja Também

    Notícias do Corinthians
    Notícias do Corinthians