Gustavo - Corinthians

Mas já? Corinthians vê Gustagol valorizado e espera ofertas no meio do ano

O início de ano arrasador de Gustagol pelo Corinthians, com seis gols em nove jogos, já faz a diretoria imaginar que não será um desafio fácil mantê-lo no clube até o final do ano.

Mesmo com Gustagol tendo contrato até o fim de 2020 e multa rescisória de 50 milhões de euros (R$ 209 milhões), o Corinthians imagina que o assédio europeu será forte sobre o seu artilheiro na janela do meio do ano. Até por isso, fez questão de contratar Vagner Love para um elenco que já tinha também Boselli.

Antes mesmo do início de ano arrasador do centroavante, o Corinthians trabalhava com a possibilidade de ele não permanecer. No fim de 2018, o clube pediu o retorno do jogador, mas não descartava vendê-lo em caso de boa proposta.

As ofertas vieram, mas não agradaram. O Erzurumspor, da Turquia, tentou contratá-lo por empréstimo, condição rechaçada pelo Timão e também pelo jogador. Também houve uma proposta de compra de um clube chinês, mas os valores foram considerados baixos.

Gustagol comemora o gol marcado sobre o Racing — Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Além disso, Gustagol também optou por seguir no Corinthians por um desafio pessoal.

Após deixar imagem ruim na primeira passagem, em 2016, e reencontrar o seu futebol com os 30 gols no Fortaleza em 2018, o atleta fazia questão de ter uma nova chance para provar que era capaz de vencer no clube do coração.

Ao ouvir do técnico Fábio Carille que estava nos planos para esse ano, o jogador abriu mão de qualquer possibilidade de transferência. A recompensa veio cedo: dos oito gols marcados pelo Corinthians em 2019, seis foram dele.

– Estou me sentindo muito bem, fazer esses gols e fazer bons jogos tem me deixado confiante. Estou trabalhando para quando entrar em campo dar o meu melhor e ajudar os companheiros.

Gustagol tem os direitos divididos entre Corinthians (45%), Criciúma (35%) e Taboão da Serra (20%).

Veja Também

Notícias do Corinthians
Gustagol