Meia do Corinthians diz que atraso de salário ‘atrapalha um pouco’ o time

    O meia Renato Augusto admitiu que o atraso no pagamento de salários ‘atrapalha um pouco’ o Corinthians. Segundo ele, a insegurança é ruim, mas nunca impediu que cada jogador desse 100% em campo.

    “É ruim. Atrapalha um pouco o jogador estar sem saber o que vai acontecer com ele daqui a pouco tempo. Quem está nesta situação, atrapalha um pouco. Mas ninguém nunca entrou em campo sem dar 100%. Acho que os profissionais têm que ser valorizados. Fazemos de tudo para ganhar, mas o trabalho continua e com certeza vamos brigar lá em cima”, disse Renato ao Sportv.

    Questionado sobre o fluxo de pagamento, ele admitiu que os vencimentos do elenco corintiano estão atrasados. “Não está em dia, mas a gente vem conversando bastante e sendo normalizado, este assunto vai acabar”, completou.

    A queda de rendimento do time, eliminado na Libertadores e oscilando no Campeonato Brasileiro também foi analisada pelo atleta. No entanto, não há relação com a falta de pagamentos em dia, mas uma queda normal de nível de atuação.

    “Foram vários pequenos fatores. A gente começou a temporada muito em alta, talvez a gente chegou a um nível muito rápido e depois tenha dado uma caída. E quando caímos foi em um momento decisivo. Oscilamos em um momento ruim. Quando você é eliminado em um clube como o Corinthians, com a saída de jogadores, esta situação acaba sendo demais. Agora é achar um novo padrão tático e estamos começando a encontrar soluções. Nos últimos dois jogos voltamos a atuar bem, não é um nível top, mas a evolução é natural”, explicou.

    O Corinthians venceu o Joinville por 1 a 0 no sábado e ‘abafou’ a crise. Antes, o time não sabia o que era vitória há três jogos. Na próxima rodada o adversário será o Internacional, sábado, às 16h30.

    Veja Também