Mesmo com Timão sem pontaria, Tite elogia regularidade do ataque

    O Corinthians é vice-líder do Campeonato Paulista e está bem encaminhado no Grupo 6 da Libertadores da América. Mesmo assim, a equipe comandada por Tite recebe críticas pelo baixo número de gols. No estadual, por exemplo, o Timão tem o segundo pior ataque dentre os oito classificados à fase final.

    Com 25 gols marcados, supera apenas o Guarani, com 22. Tite, no entanto, tem um argumento contra aqueles que criticam a pouca efetividade do Timão. Das 23 partidas que fez até aqui na temporada, contando os amistosos, foram 14 vitórias, sete empates e duas derrotas. E sabe em quantas a equipe não fez gol? Só três.

    “É importante citar a frequência com que fazemos gols. Nesta temporada, nós só não marcamos gols contra o Santos, na Vila, e contra o Cruz Azul, no México. Mas nas duas partidas nós criamos”, comentou Tite, sem lembrar que o Corinthians passou em branco também na derrota por 1 a 0 para a Lusa, em amistoso.

    É claro que Tite espera uma evolução na transformação de oportunidades em gol, como ele mesmo diz. Assim, essa semana será intensa nos treinos de finalização. Para que o treinador possa ver onde o time está errando, já que as chances têm sido criadas pelos jogadores alvinegros.

    “Eu coloco pressão para a equipe crescer. Quando crescemos, estamos prontos para as dificuldades, porque passamos por adversidades”, finalizou Tite.

    Depois de domingo, quando encara o Paulista de Jundiaí pela 18ª rodada do estadual, no Pacaembu, o Corinthians volta a campo na quarta-feira, pela Libertadores da América . O adversário será o Nacional, no Paraguai.

    Reportagem: Globo Esporte

    Veja Também

    Notícias do Corinthians
    Notícias do Corinthians