Mesmo elogiado, Edenílson descarta se fixar como lateral-direito no Timão

    Edenílson surpreendeu como lateral-direito na partida contra o Nacional-PAR, no Pacaembu, pela Taça Libertadores. Improvisado na função, o volante mostrou desenvoltura para defender e atacar e em nenhum momento comprometeu o desempenho do Corinthians. Mas a atuação destacada e os elogios feitos por Tite não fizeram o atleta mudar de ideia sobre se arriscar em uma nova função.

    “Hoje, eu não penso em me fixar como lateral. Temos dois jogadores de extrema qualidade (Alessandro e Weldinho). Se o Tite optar, não vou dizer que não jogo. Vou acatar. Mas não vou chegar e falar que quero ser lateral.”

    O volante passou para a lateral direita depois que Alessandro e Weldinho se machucaram no início da semana. Sem opções, o treinador corintiano teve de recorrer a um jogador que tivesse agilidade e força para conseguir ajudar a marcação e chegar ao setor ofensivo, abrindo espaço na defesa rival. E foi assim que ele criou a jogada do segundo gol da partida, marcado por Jorge Henrique.

    “Para mim, é uma boa. Muita gente falou que eu poderia atuar de lateral. Não vejo problema. Faz tempo que não treinava como lateral. Sempre era como meia ou segundo volante. É mais uma questão de adaptação.”

    Edenílson, aliás, vem se transformando em curinga no elenco. Contratado do Caxias-RS como segundo volante, rapidamente já foi escalado por Tite para atuar mais na armação. Entretanto, pela carência do grupo, recentemente foi testado como primeiro volante, em substituição a Ralf. Ele também concorre com Paulinho, segundo volante, pela boa chegada ao ataque.

    Improvisado ou não, Edenílson não quer sair do time. Por isso, esquece o cansaço pela sequência de jogos e garante estar preparado para enfrentar o Guarani, neste sábado, às 18h30m, no Pacaembu, pelo Paulistão. No entanto, como ainda não tem Alessandro e Weldinho liberados, Tite deve poupá-lo para o confronto diante do Cruz Azul, na próxima quarta-feira, na Cidade do México, pela Taça Libertadores.

    “Estou me sentindo bem e pegando ritmo. Por mim, jogaria, sim.”

    Reportagem: Globo Esporte

    Veja Também

    Notícias do Corinthians