Neymar

    Neymar no Timão? Relembre essa e outras especulações inusitadas

    Sempre que o mercado de transferências está aberto, o nome do Corinthians é um dos que mais movimenta os rumores e especulações de reforços. Boa parte delas acaba se concretizando, como Luan, Cantillo, Sidcley, entre outros, apenas para ficar nos reforços do Timão na atual temporada.

    Outros acabam ficando apenas na expectativa. Neste ano, por exemplo, aconteceu com Michael, que acabou indo para o Flamengo, e Rony, que fechou com o Palmeiras depois de uma longa novela com o Athletico Paranaense.

    Porém, há aquelas especulações, no mínimo, inusitadas. É verdade que o Timão já fez várias contratações bombásticas, como Ronaldo, Roberto Carlos, Carlitos Tévez e Javier Mascherano. Mas certos nomes ventilados no Corinthians podem ser chamados de inacreditáveis – embora, em alguns casos, a negociação tenha, de fato, acontecido.

    Didier Drogba

    O caso mais “famoso” de especulação bizarra foi a do marfinense Didier Drogba, em janeiro de 2017. Porém, esse é um caso de negociação que de fato aconteceu: o Corinthians apresentou proposta pelo atacante ex-Chelsea no início daquele ano e encheu a torcida de esperança. No entanto, o marfinense acabou optando pelo Phoenix Rising, dos Estados Unidos, clube em que encerrou sua carreira profissional.

    “O que aconteceu foi que eles fizeram uma oferta, não foi a única oferta que eu tive. Claro que é um clube grande e eu tenho muito respeito pelo Corinthians e pelos meus irmãos brasileiros, mas eu decidi ir por outro caminho”, disse o jogador à época.

    Naquele ano, sem Drogba, o Corinthians teve que se contentar com Jô, prata da casa. O resultado? Título paulista e brasileiro com o atacante sendo o grande destaque da equipe comandada por Fábio Carille.

    Neymar e Cavani

    Com grandes chances de deixar o PSG e cotado como reforço do Barcelona na próxima temporada, Neymar teve seu nome ligado ao Corinthians recentemente, graças a uma declaração do diretor de futebol do clube, Duílio Monteiro Alves, em janeiro deste ano. E o craque da seleção brasileira não foi o único “sondado” pelo dirigente

    “Já consultei Neymar e Cavani quando disseram que eles sairiam do PSG. Temos que buscar o melhor para o Corinthians. Vocês não tinham a informação que o Cavani queria jogar no futebol sul-americano? Eu tenho que ir atrás, por que não? Neymar também saiu um boato que poderia ser emprestado e que o Flamengo poderia ser opção, fui olhar a condição. O Corinthians é muito grande, mas os números eram inviáveis. Estou dando exemplos extremos para vocês entenderem como é o dia a dia”, afirmou Duílio.

    Apesar da declaração, é difícil imaginar que o clube realmente pensou em investir em Neymar ou Cavani, já que, ainda que exista uma engenharia financeira para compra ou empréstimo dos atletas, os salários dos dois estão completamente fora da realidade do Corinthians – afinal, o clube tem um estádio para pagar.

    Zinedine Zidane

    Há dez anos, quando o Corinthians trouxe Ronaldo Fenômeno de volta ao futebol brasileiro, alguns jornalistas especularam outra contratação de peso no Timão: ninguém mais ninguém menos que Zinedine Zidane.

    Segundo os rumores da época, Ronaldo teria até ligado para o astro francês, que estava aposentado desde 2006, quando foi vice-campeão do mundo com a França. Porém, esse rumor nunca foi confirmado e é difícil imaginar que o Corinthians de fato pensou em contratar o ex-meia do Real Madrid e da Juventus.

    Clarence Seedorf

    Em 2011, a bola da vez foi o holandês Clarence Seedorf, que estava no Milan. O primeiro a “cantar a bola” foi o comentarista Neto, à época do programa Jogo Aberto, da TV Bandeirantes (hoje, apresentador do Donos da Bola, também da Band). Segundo ele, Ronaldo estava empenhado na contratação do jogador.

    A conversa ficou ainda mais séria depois, e, ao que tudo indica, Seedorf de fato esteve perto de vestir a camisa do Timão. Em entrevista à Rádio Bandeirantes, Andrés Sanchez, que também era presidente do Corinthians à época, chegou a declarar que o jogador tinha um pré-contrato assinado com o clube.

    “Ele tem um pré-contrato com o Corinthians. Se não renovar contrato com o Milan até o dia 31 de junho, vem para cá. Se tiver proposta igual ou melhor, fica no clube italiano mesmo”, disse o dirigente.

    A contratação, no entanto, acabou não se concretizando. A vida seguiu e o Corinthians foi campeão brasileiro naquela temporada, abrindo caminho para a conquista da Libertadores e Mundial de Clubes no ano seguinte. Já Seedorf de fato chegou a jogar no Brasil, mas foi por outro alvinegro: o Botafogo, clube que defendeu entre 2012 e 2014.

    Veja Também

    Notícias do Corinthians
    Corinthians - Midea
    Notícias do Corinthians
    Jogadores do Corinthians