Romero - Sheik - Corinthians

    No Pacaembu, Corinthians ‘visita’ o Bragantino para encaminhar vaga

    Depois de passar pela primeira fase do Paulista e começar bem no Grupo 7 da Libertadores, somando quatro pontos em seis jogos, o Corinthians “vira a chave” a partir da tarde deste domingo, às 16h (de Brasília), quando começa o seu primeiro mata-mata. Visitante apenas no papel, o time encara o Bragantino com maioria corintiana no Pacaembu pela partida de ida das quartas de final da competição estadual.

    Líder da chave A do torneio, o Alvinegro do Parque São Jorge encara o segundo colocado do grupo, que só se classificou por ter um gol de saldo a mais do que o Ituano, terceiro colocado. Detalhe: o time de Itu levou 3 a 0 do Palmeiras na última rodada da classificação, atuando em casa, praticamente entregando a vaga para a equipe de Bragança Paulista.

    Cercada de polêmica após o clube do interior pedir que o seu mando fosse realizado na capital, visando à uma renda maior que ajudasse as finanças até dezembro desde ano, a eliminatória deve contar com muitos torcedores do Timão nas arquibancadas do campo municipal. Nada que, na visão do elenco, facilite a missão.

    Fala Rodriguinho!

    “Os jogos do Paulista sempre são pegados, vai ser um jogo difícil. O Bragantino, por estar nas quartas, tem qualidade, fez por merecer, e nossa equipe tem que entrar bastante concentrada para fazer um bom jogo, no Pacaembu, para dar tranquilidade para o próximo jogo. Vamos entrar concentrados para conseguir a vitória”, disse o meia Rodriguinho, que espera um adversário bastante defensivo pela frente.

    “É o que a gente mais conversa quando joga contra equipes com essa proposta. Manter a posse primeiro para se desgastar menos, rodar bem a bola e não proporcionar o contra-ataque. São coisas que precisamos ter um cuidado para a partida ser da forma que a gente quer”, continuou o armador, de olho em uma vantagem para a volta, agendada para a quinta-feira, em Itaquera.

    Do outro lado , o técnico Marcelo Veiga quer uma recuperação rápida da sua equipe após ser eliminado da Copa do Brasil com uma derrota por 3 a 0 para o Vitória, no Barradão, na qual não gostou nem um pouco do que viu. “Deixamos um pouco a nossa característica. Espero mais intensidade no jogo do Corinthians para que possamos surpreender”, disse o treinador, que promoverá a entrada do atacante Matheus Peixoto na equipe.

    Veja Também