Lance! - 17 de fevereiro de 2017 às 10:17


A temporada ainda está no começo, mas o Corinthians já tem o departamento médico cheio. No momento, seis jogadores recebem cuidados de médicos, fisioterapeutas e outros profissionais do clube. São eles os goleiros Walter e Matheus Vidotto, os meias Danilo, Giovanni Augusto e Marquinhos Gabriel e o atacante Carlinhos.

Alguns destes já devem voltar a treinar em campo na próxima semana, casos de Walter e Giovanni Augusto. Já Carlinhos e Danilo demorarão mais para ficar à disposição do técnico Fábio Carille. Confira abaixo a situação de cada um:

– WALTER
Goleiro sofreu um edema ósseo no quarto arco costal (tórax) durante a pré-temporada e nem sequer viajou para os Estados Unidos para a disputa da Florida Cup. Depois de realizar trabalhos na academia e no laboratório de biomecânica do CT Joaquim Grava nos últimos dias, ele será liberado para iniciar atividades em campo na próxima semana. A expectativa é de que ele leve, pelo menos, 10 dias até voltar a ficar à disposição.

– GIOVANNI AUGUSTO
Sofreu lesão muscular na coxa direita de grau leve na última semana, em partida contra a Caldense, pela Copa do Brasil. Jogador começará a treinar em campo nos próximos dias e é dúvida para o clássico contra o Palmeiras, quarta-feira (dia 22).

– MARQUINHOS GABRIEL
Sofreu estiramento muscular na coxa direita no último sábado e faz tratamento. Está fora do clássico contra o Palmeiras e deve levar aproximadamente duas semanas até ser liberado para voltar a jogar.

– CARLINHOS
Na noite da última quarta-feira, jovem artilheiro da Copa São Paulo foi submetido a cirurgia por conta de pubalgia. Prazo de recuperação é de cerca de dois meses.

– MATHEUS VIDOTTO
Jovem goleiro contundiu o tornozelo esquerdo durante a pré-temporada e não foi inscrito no Campeonato Paulista. Ele chegou a treinar em campo no início do mês, mas voltou a se queixar de dores. Não tem previsão de retorno.

– DANILO
Veterano fraturou a fíbula e a tíbia da perna direita em agosto do ano passado e teve de ser submetido a cirurgia. Jogador faz trabalho físico e já está recuperado da lesão, mas com estrutura muscular fraca. No próximo mês ele fará trabalho de força e biomecânico. Ele terá de passar por uma espécie de pré-temporada e só deve ser liberado para atuar no fim de abril, às vésperas do início do Campeonato Brasileiro.