UOL Esporte - 15 de julho de 2017 às 21:42

Neste sábado, em casa, o Corinthians ficou no empate por 2 a 2 com o Atlético-PR após uma sequência de três vitórias. O treinador alvinegro, Fábio Carille, não viu o resultado como um tropeço. O comandante minimizou a perda dos três pontos e o fato de o time, que lidera o Campeonato Brasileiro, estar invicto há 28 partidas nesta temporada. 

“De jeito nenhum [foi um tropeço. O Grêmio perdeu em casa para o Avaí. Não tem nada de tropeço. Falar em tropeço, não tem isso. Avaí, Fluminense, lá na frente vamos falar da importância desse ponto”, afirmou Carille.

O treinador do Corinthians também evitou entrar em polêmica com Renato Gaúcho. O técnico do Grêmio afirmou durante a semana que o Corinthians vai “despencar no segundo turno” do Campeonato Brasileiro.

“Não tem nada para falar disso. É muito pequeno perto das cobranças que tivemos no começo do ano. O tanto que fomos bombardeados [no início da temporada]. Ninguém no Corinthians falou disso [declaração de Renato Gaúcho], a não ser o Marquinhos porque foi questionado”, disse Carille.

O treinador também encara com naturalidade o fato de o Corinthians poder perder a invencibilidade no decorrer da temporada. “Claro que vai acontecer de perder um dia, no outro dia vamos ter de trabalhar. Não existe isso. Não tem outra forma. Já está ficando chata essa situação, vamos perder um dia. Tenho de trabalhar para passar confiança para os atletas. Estou preocupado com o rendimento. O dia que ganhar e não render vou ficar preocupado. Se perder e tiver um rendimento bom, vou satisfeito para casa”, afirmou Carille.