Patrocinador ganha exposição de graça e some do Corinthians após 3 meses

    “Corinthians anuncia primeiro patrocinador para 2016”.

    Foi assim que, no último dia 2 de dezembro, a pouco conhecida empresa Klar foi apresentada pelo Corinthians em evento no CT Joaquim Grava. De acordo com o material divulgado pelo clube, a parceria com o grupo teria dois anos de duração. Mas, na prática, nada disso aconteceu até o momento e, ao que tudo indica, nunca irá acontecer.

    Há três meses, o Corinthians fechou sua participação no Campeonato Brasileiro diante do Avaí com a marca Klar na manga da camisa. Na volta das férias, viajou para os Estados Unidos, onde trabalhou por duas semanas. O nome da mesma empresa foi exposto nas placas de publicidades do Omni Resort, em Orlando, onde o elenco corintiano treinou quase todos os dias. Tudo isso sem render um só real ao clube.

    Há algumas explicações para o fato, todas elas fornecidas de maneira extraoficial. No Corinthians, ninguém dá entrevistas para falar a respeito da parceria com a Klar.

    A primeira delas é que a parceria foi apresentada sem que um contrato estivesse, de fato, assinado. Corinthians e Klar formalizaram apenas um pré-contrato e, uma semana depois, a relação entre as partes azedou. Tudo porque Marcelo Prado, presidente da empresa, afirmou publicamente estar interessado na compra dos naming rights da Arena, o que gerou dor de cabeça para a direção corintiana.

    Outra justificativa apresentada é que a Klar encontra dificuldades para lançar seus produtos no mercado. Em dezembro, a empresa afirmava que seus produtos de limpeza chegariam às prateleiras dos supermercados no mês seguinte, mas ainda não conseguiu cumprir a expectativa. Na segunda-feira, o site da empresa havia saído do ar, inclusive. Torcedores corintianos questionaram o grupo na internet.

    Por fim, o marketing do Corinthians esperava que a Klar assumisse espaço da Tim no uniforme corintiano. Entretanto, para surpresa do departamento, a empresa italiana subiu valores e renovou seu vínculo recentemente para preencher o número da camisa. Com a venda de outra propriedade para um site de palpites online, a empresa ficou sem lugar no uniforme: ao clube, a Klar recusou investir no espaço master ou nas mangas, o que seria bem mais caro.

    Em contato com a reportagem no mês de fevereiro, o presidente Marcelo Prado disse que a empresa fecharia contrato com seis grandes clubes do Brasil em breve e ainda discutia sua presença na camisa do Corinthians. A Klar se mantém como patrocinadora do Pinheiros, na Superliga Feminina, e também na Stock Car.

    Veja Também

    Comments (4)

    1. Avatar
      Johnathan Gomes

      Esses cara da klar tbm e um bando de aproveitador. Fez certo o Corinthians em n coloca-los na camisa

    2. Avatar
      Allencar Roccha

      Impressionante um clube como o Corinthians ter dirigentes qua não serve nem para times que jogam a copa Kaiser.

    3. Avatar
      Augustosilva Silva

      Sempre ajudarmos os mas fracos vai Corinthians

    4. Avatar
      Augustosilva Silva

      Sempre ajudarmos os mas fracos vai Corinthians

    Comments are closed.