Paulinho define vitória sobre o Santos: “Foi a cara do Corinthians”

    Autor da jogada que culminou no gol de Emerson no primeiro tempo da partida desta quarta-feira, o volante Paulinho definiu a vitória corintiana com o espírito incorporado pelo torcedor em seus gritos de incentivo. Para o jogador, o triunfo por 1 a 0 sobre o Santos, na Vila Belmiro, caracteriza a entrega da equipe em campo e a campanha do Timão na Libertadores deste ano.

    “Essa vitória foi a cara do Corinthians. Foi aquele um a zero sofrido, com dificuldades. Mas nada está ganho e nós temos que continuar trabalhando, porque vamos ter mais 90 minutos de jogo pela frente” destacou o volante ao deixar o gramado.

    O sofrimento lembrado por Paulinho teve início aos 31 minutos do segundo tempo, quando Emerson cometeu falta em Neymar e foi expulso de campo ao receber o segundo cartão amarelo. Com um a mais, o Santos conseguiu achar mais espaços no ataque e intensificou a pressão sobre seu adversário, exigindo grandes defesas do goleiro Cássio.

    O Corinthians ainda teria que enfrentar a quebra de ritmo do seu setor defensivo após a queda de energia na Vila Belmiro. Os refletores demoraram 17 minutos para serem acesos novamente e fizeram com que o segundo tempo fosse retomado apenas aos 54 minutos – a partida havia sido paralisada com 37.

    O técnico Tite ainda trocaria o meia Alex pelo zagueiro Wallace após o incidente e fecharia todo o time para impedir o avanço santista nos minutos finais. Com a tarefa cumprida com êxito, o Timão leva para São Paulo a vantagem de poder empatar o jogo da próxima quarta-feira, no Pacaembu, para se classificar para as finais da Copa Libertadores.

    Reportagem: Gazeta Esportiva

    Veja Também

    Notícias do Corinthians
    Notícias do Corinthians