Paulistão manterá torcida única em clássicos e inclui Ponte no veto

    • Reprodução

      Invasão de torcedores da Ponte ao campo pesou na definição de torcida única para o time

      Invasão de torcedores da Ponte ao campo pesou na definição de torcida única para o time

    O Paulistão 2018 continuará tendo torcida única em clássicos, mas desta vez a ordem se estenderá para a Ponte Preta. O Ministério Público recomendou a inclusão do time de Campinas no veto após a selvageria ocorrida na partida contra o Vitória, em novembro, pelo Campeonato Brasileiro, quando torcedores invadiram o campo.

    Revoltados com a derrota da Ponte contra o Vitória, torcedores entraram no campo do Moisés Lucarelli e ameaçaram os atletas de agressão.

    O promotor Paulo Castilho destacou que os incidentes nesta partida, somada ao histórico violento das organizadas da Ponte, foram determinantes para a inclusão do clube nas torcidas únicas.

    “O que aconteceu naquele jogo foi abominável. Não vamos admitir que isso aconteça novamente no Campeonato Paulista. O MP já recomentou à Federação Paulista e ao Tribunal Desportivo. Prefiro ter jogo sem torcida do que um jogo com riscos como aquele”, disse Castilho ao UOL Esporte.

    Desta forma, os clássicos terão a presença apenas dos torcedores dos times mandantes. Em jogos dos grandes contra a Ponte, o sistema é o mesmo. Torcedores da Ponte não poderão conferir os duelos contra os grandes fora de casa.

    A restrição valerá para o dérbi Guarani x Ponte Preta, pelo Campeonato da Série B no próximo ano. Somente torcedores do mandante poderão comparecer.

    Veja Também