Por caça ao Corinthians, Cuca tem conversa com Maurício Galiotte e Alexandre Mattos

    O Palmeiras voltou aos trabalhos nesta quarta-feira (27 de setembro), na Academia de Futebol, seguindo sua preparação para o clássico do próximo sábado, contra o Santos, no Palestra Itália. A atividade, que teve em sua maior parte um treino coletivo em campo reduzido, contou também com uma conversa entre elenco, comissão técnica, o diretor de futebol Alexandre Mattos e o presidente Maurício Galiotte.

    Final da Copa do Brasil e Liga Europa no FOX Sports

    O bate-papo teve início na pequena parte do treino fechada para a imprensa. Porém, a conversa seguiu poucos minutos depois da entrada dos jornalistas na Academia de Futebol. Após a atividade, o meia Moisés minimizou o encontro, afirmando que é comum na rotina do elenco.

    “Foi uma conversa que tem quase toda semana. Só que hoje vocês entraram e ainda estávamos lá. É uma conversa de metas que eles colocam para nós atingirmos. Eles também falaram sobre nossa melhora e a possibilidade de título. Vamos trabalhar juntos para conseguir este objetivo, que é difícil, mas ainda está em aberto”, afirmou o atleta.

    O treinamento também teve outras novidades. Entre elas o retorno do zagueiro Mina. O defensor havia ido à Alemanha para fazer as medidas de uma chuteira especial. O novo material ajudará o jogador a se sentir confortável dentro de campo após ter quebrado o quinto metatarso, um dos ossos de seu pé esquerdo. Nesta quarta-feira, ele realizou um trabalho físico ao lado do volante Arouca e do lateral esquerdo Michel Bastos, que também se recuperaram recentemente de contusões.

    Em outro campo, o restante do elenco se reuniu para a realização de um treino coletivo em campo reduzido, com oito jogadores de linha em cada uma das três equipes formadas.

    Saiba mais:

    Brasileiro rescinde com o Atlético de Madrid

    Real Madrid muito interessado em estrela

    Alemão deixa jogo por barulho da torcida

    No time azul estavam Jean, Thiago Santos, Antônio Carlos, Egídio, Tchê Tchê, Moisés, Erik e Borja. Já na equipe vermelha se reuniram Mayke, Luan, Juninho, Zé Roberto, Bruno Henrique, Raphael Veiga, Hyoran e Keno. Por último, os sem coletes eram integrados por Fabiano, Pedrão, Augusto, Felipe Melo, Guerra, Róger Guedes, Dudu e Deyverson.

    O trabalho foi extremamente movimentado, com diversas bolas na rede. A atividade teve inclusive um bonito gol de cobertura do atacante Borja, que foi cumprimentado pelo técnico Cuca após o lance.

    Para a partida, o Palmeiras terá dois desfalques por suspensão, já que Edu Dracena e Egídio levaram o terceiro cartão amarelo e não poderão entrar em campo. Em contrapartida, o Verdão poderá contar com o atacante Willian e o zagueiro Luan. Após audiência realizada nesta quarta-feira, no Rio de Janeiro, ficou decidido que eles pegarão apenas um jogo de suspensão após terem sido expulsos em partida contra o Atlético-MG. Com isso, estão liberados para entrar em campo.

    A partida entre Palmeiras e Santos está marcada para o próximo sábado (30), às 19h, no Allianz Parque, em jogo válido pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com as duas equipes integrando o G4 e buscando embalar uma boa sequência para brigar pelo título, o clima do clássico será de sobrevivência dentro da competição.

    Veja Também