PÓS-JOGO: Corinthians vence a Chapecoense por 2 a 0 e divide a liderança

    O Corinthians teve dificuldades neste sábado, mas conseguiu melhorar na partida para quebrar a invencibilidade da Chapecoense na Arena Condá e vencer por 2 a 0. Pela 14ª rodada, o Alvinegro contou com gols de Rodriguinho e Marquinhos Gabriel para alcançar sua quarta vitória seguida no Campeonato Brasileiro.

    A vitória corintiana acirra ainda mais a disputa pela liderança do Brasileirão. Com 28 pontos e atrás do Palmeiras pelo saldo de gols, o time do Parque São Jorge volta a campo no domingo que vem (17) para enfrentar outro rival: o São Paulo. Na mesma data, a Chapecoense encara o Figueirense para seguir lutando contra a inconsistência e tentar sair dos 18 pontos.

    Quem foi bem: Rodriguinho

    O meio-campista fazia partida discreta até abrir o placar com um chute colocado da entrada da área, aos 17 do segundo tempo. A partir daí, Rodriguinho participou melhor das trocas de passe do Corinthians. Com a equipe mais solta, ele avançou mais e foi bem importante.

    Quem foi mal: Luciano

    O atacante não se encontrou em campo: ficou imobilizado entre os zagueiros da Chape e desperdiçou a única chance que teve, chutando em cima do goleiro Marcelo Boeck. Em parte foi vítima da má atuação corintiana até o intervalo, mas também faltou buscar mais a partida. Não à toa Luciano acabou trocado por Danilo logo após o primeiro gol alvinegro.

    Desempenho da Chapecoense

    Ainda que tenha chegado pouco, o time da casa foi agudo quando frequentou a área de Cássio. Duas boas chances marcaram o primeiro tempo, ambas criadas pelo lado esquerdo, mas o time caiu depois do intervalo. A crescente do Corinthians pegou a Chape desprevenida, e a qualidade técnica fez a diferença a favor dos visitantes. Ainda assim o time da casa teve uma grande chance para empatar, mas Thiego mandou na trave. O time desistiu da partida após tomar o segundo gol, e Thiego acabou expulso por duas faltas desnecessárias.

    Desempenho da Corinthians

    O Alvinegro manteve o jogo equilibrado, mesmo começando com dificuldades na saída de bola e dando espaços demais pelos lados do campo. Ofensivamente a equipe demorou até os minutos finais do primeiro tempo para conseguir infiltrações, mas após o intervalo melhorou muito. Mais calmo, tentando mais e errando menos, o Corinthians tomou conta do meio-campo e por isso conseguiu o gol. Depois valorizou ainda mais a bola e chegou a recuar esporadicamente, mas segurou o resultado sem sustos até que ampliou nos acréscimos.

    Conversa de Cristóvão dá resultado

    A conversa do intervalo fez bem ao Corinthians, que a exemplo da partida anterior jogou o segundo tempo mais solto que no primeiro. Um dos efeitos da melhora foi o avanço de Rodriguinho, que passou a se aproximar da área e foi o autor do primeiro gol.

    Gol anulado não faz falta

    O Alvinegro conseguiu o gol em jogada de bola aérea no início do segundo tempo, mas a arbitragem marcou impedimento inexistente de Balbuena. O zagueiro estava alinhado com outros três jogadores da Chape, enquanto quem estava em posição irregular era Luciano.

    Pedro Henrique sai lesionado

    O zagueiro fazia partida segura, mas sentiu lesão na coxa esquerda aos 23 minutos e precisou ser substituído por Yago. O diagnóstico inicial foi de distensão do músculo posterior, mas Pedro Henrique ainda deve passar por exames para conhecer a gravidade da contusão.

    Faixa contra a CBF e sinalizador

    Por duas vezes o árbitro Ricardo Marques Ribeiro (MG) interrompeu a partida por causa da torcida do Corinthians. Os alvinegros estenderam uma faixa com a frase “CBF da corrupção”, mas a esconderam logo quando o jogo foi parado no primeiro tempo. A faixa voltou acompanhada por sinalizadores no segundo tempo, quando o Alvinegro já vencia por 1 a 0. Desta vez policiais subiram no setor visitante e detiveram um torcedor.

    Lambanças da arbitragem

    Ricardo Marques Ribeiro (MG) hamou a atenção em pelo menos dois lances curiosos. Ele foi protagonista logo aos dez minutos, quando se aproximou demais de uma disputa de bola e acabou levando uma trombada do volante Sérgio Manoel, da Chape. Depois, aos 43, o árbitro marcou falta a favor do Corinthians quando Giovanni Augusto derrubou Gil, mas reverteu a decisão em seguida e até pediu desculpas ao técnico Caio Júnior.

    Veja Também

    Notícias do Corinthians

    Comments (7)

    1. Avatar
      Italo Silva Chaves

      a chupa chapecoense kkk

    2. Avatar
      Diogo Papalegua

      O Rodriguinho pode ter feito o gool mas não tira minha opinião de q Marlone não é pra ta no banco e sim no lugar dele. Rodriguinho quer enfeitar direto só querendo da dibres um atrás do outro. Fez o goool e no meio de campo foi querer da um dibre e perdeu a bola quase o Chapecó fazia o gool a sorte q temos Fagner e Ballbuena, e levou uma bronca do Cristóvão. Ta na HR de Marlone entrar no lugar dele já! Fez raiva de mas…

    3. Avatar
      Leandro SantanaxKarlla

      Vai corintinha

    4. Avatar
      Wesley Moreira

      So tirar o Rodriguinho I lansa o marllone
      tirar Luciano i lansar o Patu

    5. Avatar
      Vulgo Pjl Pjl Martins

      Segura porco tamos na sua cola em vai Corinthians

    6. Avatar
      Socorro Socorro

      Estamos chegando

    7. Avatar
      Felipe Mendes

      Cadê os reforços?

    Comments are closed.