Preocupado com pontaria, Paulinho pede calma e intensidade ao Timão

    Com marcação adiantada no campo de ataque, o Corinthians surpreendeu o Cruz Azul, semana passada, na Cidade do México, pela Taça Libertadores, e quase venceu. Para o reencontro dos times, nesta quarta-feira, às 22h, no Pacaembu, o volante Paulinho cobra a mesma postura da equipe, mas reconhece que o Alvinegro precisará de paciência e de uma melhor pontaria para assumir a liderança do Grupo 6.

    “Eles virão um pouco mais atrás. Vamos precisar ter paciência. Precisamos manter essa intensidade que tivemos lá. Tivemos chances, mas não fizemos os gols. Agora, precisamos aproveitar e matar o jogo”, disse.

    Paulinho, aliás, foi um dos jogadores que melhor apareceu no ataque no estádio Azul. Com liberdade, o volante chegou facilmente à área adversária, mas não conseguiu passar pelo goleiro Carona. O resultado manteve os mexicanos na ponta da classificação, com sete pontos, dois a mais que o Corinthians.

    “Estamos treinando. A bola não entrou. Eu mesmo tive umas três ou quatro oportunidades. Tem dia que a bola não entra. Faz parte do futebol”, ressaltou.

    O volante reconhece que, pelo futebol apresentado, o Corinthians poderia ter vencido na casa do adversário. Desta vez, o Timão não pode perder a chance de derrotá-lo e roubar a liderança, ficando mais perto da classificação à segunda fase.

    “Devido às circunstâncias da partida poderíamos ter saído de lá com os três pontos. Mas vamos recuperar agora”, projetou.

    Reportagem: Globo Esporte

    Veja Também

    Notícias do Corinthians
    Notícias do Corinthians