Presidente do Corinthians rebate críticas de Pablo: ‘Estava esquecido na França e venceu aqui’

    Neste domingo (26 de novembro) após o empate em 2 a 2 entre Corinthians e Atlético-MG, em Itaquera, pela penúltima rodada do Brasileirão, o presidente do clube paulista, Roberto de Andrade, abriu o jogo sobre a reviravolta no negócio pela renovação de contrato do zagueiro Pablo, que inclusive ficou de fora da festa do título. Segundo o mandatário, a decisão de não renovar foi do próprio jogador, uma vez que a diretoria teria oferecido ‘valores excelentes’ para o defensor renovar seu vínculo, como o próprio afirmou. 

    Confira a programação completa do FOX Sports e FOX Sports 2 

    No sábado (25), Pablo se mostrou bastante chateado com a diretoria do Timão por ter sido deixado de fora dos relacionados para a partida de hoje. Roberto de Andrade rebateu as críticas do zagueiro. 

    “Também fiquei (chateado) por ele não ter aceito a oferta do Corinthians. Corinthians abriu as portas pra ele, que ele estava esquecido na França, ele veio pra cá, fez um campeonato e na hora de negociar esperou o título para negociar e seu empresário dificultou as coisas, e ele não está mais conosco, poderia estar”, afirmou o presidente, que revelou de onde partiu a decisão de deixá-lo de fora. 

    “Foi uma decisão do Corinthians. Ele não é mais atleta do Corinthians, no momento que ele não aceitou a oferta, ele não é mais atleta do Corinthians. Participou da campanha, até o dia que não quis ficar, é uma decisão dele também, não só do clube. O que o Corinthians ofereceu para ele foi excelente”, completou.

    Saiba mais:

    Chineses de olho em Kaká

    Agente de Pablo abre o jogo

    Joia do Palmeiras ‘imita’ Dudu

    Crédito foto: Foto Arena 

    Veja Também