Presidente sobe o tom ao falar de Pablo: “Ele estava esquecido na França”

    Foram fortes as declarações de Roberto de Andrade, presidente do Corinthians, sobre a negociação frustrada do clube com Pablo. Apesar de ter sido peça importante na conquista do título brasileiro, o zagueiro ficou de fora do jogo da festa neste domingo (26) e chegou a classificar a situação como “lamentável”.

    Questionado pelo posicionamento de Pablo, o presidente corintiano foi duro. “Eu também fiquei triste”, respondeu de pronto. “Por ele não ter aceitado a oferta do Corinthians. O Corinthians abriu as portas para ele, porque ele tava esquecido na França. Ele veio para cá, fez um campeonato, e na hora de negociar ele esperou o título para negociar, com seu empresário. Isso dificultou as coisas e por isso ele não está conosco; poderia estar”, declarou Roberto de Andrade em tom inflexível.

    Sobre a negociação em si, o mandatário falou pouco. “Não chegamos a um acordo financeiro, então não é mais jogador do Corinthians. Não tem problema nenhum”, cravou, negando a possibilidade de Pablo entrar em campo mesmo não tendo contrato para a temporada que vem. “No momento em que ele não aceita a oferta do Corinthians, ele não é mais atleta do clube. É uma decisão dele também, não só do clube.”

    Veja Também