Queda de rendimento preocupa? Corinthians segue roteiro citado por Carille

    • Marcello Zambrana/AGIF

      Corinthians tem oito de vantagem sobre o Grêmio, mesmo com um jogo a menos

      Corinthians tem oito de vantagem sobre o Grêmio, mesmo com um jogo a menos

    O Corinthians teve nítida queda de rendimento nos últimos quatro jogos do Campeonato Brasileiro. Mas, nem mesmo a aparente instabilidade, afasta o time alvinegro da meta de pontos citada pelo técnico Fábio Carille na última sexta-feira.

    Se a equipe alvinegra mantiver o aproveitamento de pontos das últimas sete rodadas, período marcado por uma instabilidade até então inédita, atingirá a marca estabelecida pelo treinador, de 78 pontos ao fim das 38 rodadas – hoje, são 47 pontos conquistados, contra 40 do Grêmio.

    A campanha do Corinthians, de quase 90% de aproveitamento, começou a se modificar no empate com o Atlético-PR, em casa, em jogo válido pela 14ª rodada. Antes, o líder havia vencido 11 jogos e empatado outros dois, conquistando 35 pontos em 39 possíveis.

    A partir do empate com o rubro-negro paranaense, o Corinthians somou 12 pontos em 21 possíveis. A equipe também ficou em igualdade com Avaí e Flamengo, além de ser derrotado pelo Vitória. Nesse período, foram três triunfos, diante de Fluminense, Atlético-MG e Sport.

    Dessa forma, o desempenho corintiano de  89,7% caiu para pouco mais de 57%. Apesar disso, a performance nos últimos jogos garante ao Corinthians a marca de 78 pontos, pois o time somaria 31 pontos nos próximos 18 jogos que restam.

    Daniel Vorley/AGIF

    Meta de Carille é somar 78 pontos

    Rivais também patinam

    Vale lembrar que o Corinthians, mesmo derrotado pela primeira vez no Brasileirão, viu os principais adversários também perderem pontos. Grêmio e Santos empataram com Atlético-PR e Coritiba, respectivamente, enquanto o Palmeiras foi derrotado pela Chapecoense em casa.

    Além disso, o Grêmio teve desempenho parecido com o do Corinthians nos últimos sete jogos ao somar aos mesmos 12 pontos, com três vitórias, três empates e uma derrota. O Santos, por sua vez, somou 13. Palmeiras, 11.

    Para se ter uma ideia, mesmo no seu momento mais instável no Brasileirão, o Corinthians só ficou atrás do Santos e do Atlético-PR nos últimos sete jogos. A equipe rubro-negra conseguiu garantir 14 pontos, iniciando uma briga pelo G-6 da competição. Já os santistas passaram a brigar com o Grêmio pela vice-liderança.

    Corinthians pode ampliar liderança

    O time de Fábio Carille voltará a campo nesta quarta-feira à noite para enfrentar a Chapecoense na Arena Condá, em Santa Catarina. Uma vitória fará o líder abrir uma vantagem de dez pontos sobre o Grêmio, a maior já registrada entre os rivais – tal diferença ocorreu ao fim das rodadas 12 e 13.

    Se for a 50 pontos, o Corinthians ainda abrirá uma margem recorde sobre o terceiro e quarto colocados. A equipe alvinegra ficará 13 pontos à frente do Santos e ficará com uma vantagem de 17 pontos sobre o Palmeiras.

    A partida contra a Chapecoense faz parte da 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo foi adiado devido à viagem dos catarinense à Europa e à Ásia para a disputa de dois jogos. 

    Veja Também