Ralf descarta jogar por rivais corintianos e deve assinar com clube chinês

    • Divulgação/Beijing Guoan

      Ralf defendeu Beijing Guoan nos últimos dois anos e quer permanecer na China

      Ralf defendeu Beijing Guoan nos últimos dois anos e quer permanecer na China

    Livre para assinar com outra equipe para o próximo ano, o ex-corintiano Ralf, 33 anos, deverá seguir na China por ao menos duas temporadas.

    Sem acordo para renovação, o volante recentemente deixou o Beijing Guoan-CHN, mas tem conversas avançadas com outra equipe do país. Um novo vínculo, nos próximos dias, deve ser assinado por mais duas temporadas. O nome do próximo clube, porém, ainda não foi revelado. 

    Em reuniões nas últimas semanas para definir o futuro, Ralf descartou a hipótese de jogar por outra equipe grande de São Paulo, justamente pela identificação com o Corinthians.

    Ele até chegou a manter conversas com Grêmio e Atlético-MG, mas o panorama mais interessante, sobretudo do ponto de vista econômico, é seguir na China. Com o Corinthians, que defendeu de 2010 a 2015, o volante não chegou a abrir conversas recentes. 

    Apesar de não ter permanecido no Beijing Guoan, Ralf teve uma passagem positiva pelo clube e foi titular durante as duas temporadas em que atuou na China, sempre ao lado do também ex-corintiano Renato Augusto. Em recente despedida, ele foi saudado por dezenas de torcedores chineses em um aeroporto (ver abaixo). 

    Diferentemente de Ralf, o meio-campista da seleção brasileira renovou o vínculo recentemente para se manter ligado ao Guoan por mais três temporadas. Sob o comando do alemão Roger Schmidt, a equipe de Beijing deve buscar um novo jogador estrangeiro.

    Ralf, por sua vez, se adaptou com tranquilidade à vida na China e deu sinal verde aos seus representantes para que um novo contrato fosse feito no país. 

    * Colaborou: Thiago Fernandes, do UOL, em Belo Horizonte

     

    Veja Também