Ramiro quer Timão com ‘prazer em atacar’ e dá pitaco sobre favoritismo

    Cada vez mais à vontade no Corinthians, Ramiro deu pitacos sobre a equipe e seu desempenho. O meia tratou com naturalidade a derrota na estreia do Campeonato Brasileiro, para o Bahia, em Salvador, mas espera ver o Timão “com prazer em atacar” e ficar com a bola nos próximos jogos. 

    – A gente não pode e nem vai mudar da água para o vinho do dia para noite. Temos que gostar de ficar com a bola, ter prazer de atacar o adversário e agredir. Defensivamente temos um plano tático esclarecido para todos. Temos que jogar no campo do adversário, ter um jogo vertical e criar oportunidades. Contra o Bahia, tivemos uma posse de bola mentirosa, pois não vencemos. Mas é importante ter isso no campo de ataque para criar chances de gol – ponderou, durante entrevista coletiva no CT Joaquim Grava, nesta terça-feira. 

    Pés no chão, o gaúcho de 25 anos acredita que o Corinthians pode conquistar um dos três títulos que ainda disputa em 2019: Brasileirão, Copa do Brasil e Copa Sul-Americana. 

    -Sou muito pé no chão, óbvio que o objetivo é ser campeão no final, mas é passar por um processo de evolução jogo a jogo, são 38 jogos, tem outras competições no ano. Temos margem para crescimento, espero que no fim do ano a gente conquiste pelo menos um título destas competições – completou. 

    A tendência é que Ramiro seja mais uma vez titular nesta quarta-feira, contra a Chapecoense, às 16h, na Arena. O meia tem ganhado cada vez mais espaço e tem se sentido mais à vontade no Corinthians. 

    – Briga boa (com Urso). Isso fortalece o Corinthians, ninguém tem cadeira cativa, tem que buscar seu espaço. Junior voltando seremos colegas de grupo. Vamos deixar nas mãos do Carille para escalar. Adaptação não é só comigo, mas com todo mundo. Temos muitos novos, são 23 que não trabalharam com ele e com a comissão, é outro tipo de trabalho, isso é no decorrer dos jogos. Semana que vem teremos semana cheia de treino. Tivemos evolução, mas com passar dos jogos e treinos, vamos nos adaptar, isso é importante – finalizou.

    Veja Também

    Notícias do Corinthians
    Notícias do Corinthians