Rapidez do VAR é elogiada por Grêmio e Corinthians, mas Carille faz ressalva

    A atuação do VAR na noite deste sábado, no duelo entre Corinthians e Grêmio, na Arena, foi elogiada por ambos os lados. Mesmo prejudicado pelo fato de o juiz Marcelo de Lima Henrique voltar atrás na marcação do pênalti, no final do primeiro tempo, o atacante Everton disse que não podia reclamar muito do lance. Do outro lado, os corintianos viram justiça na decisão, apesar de uma ressalva feita pelo técnico Fábio Carille.

    “É algo que eu quero entender, eu quero saber. Bola do Grêmio, pênalti para o Grêmio. Aí ele volta atrás e a bola é do Corinthians? Para mim, está errado. A bola tinha que ser do Grêmio, pô”, ressaltou o treinador, em lance pouco comentado pelos gremistas. Após o desvio no braço de Fagner, a bola ficou nos pés de Matheus Henrique, que não deu seguimento porque o juiz havia paralisado o jogo. Depois do VAR, no entanto, a bola ficou com Cássio.

    “Não entendi isso, quero entender até para depois passar para os meus jogadores porque eu quero entender. Se fosse contra, eu ia reclamar. São detalhes. No mínimo tinha que voltar essa bola para o goleiro do Grêmio”, continuou Carille, que pouco tratou do lance em si.

    gal[lery-post id=”2733054″]

    “Achei o Fagner um pouco imprudente só”, disse Everton, prontamente rebatido pelo defensor corintiano. “Mas aí só se eu cortasse o braço fora. Colado no corpo, movimento natural”, respondeu Fagner. Um consenso foi claro: houve um avanço no tempo de utilização da ferramenta. Nesta noite, houve apenas dois minutos entre a marcação e a volta atrás.

    Mesmo com um bom nível técnico, o Timão e o Tricolor não conseguiram superar as respectivas barreiras adversárias, mantendo os paulistas com cinco pontos e os gaúchos com apenas dois, bem longe da luta pelos primeiros lugares do Campeonato Brasileiro.

    Na próxima rodada, o Timão vai em busca de mais uma vitória contra o Atlético-PR, às 16h (de Brasília) do domingo, na Arena da Baixada. Antes disso, porém, os comandados de Fábio Carille iniciam a disputa das oitavas de final da Copa do Brasil, às 21h30 (de Brasília) da quarta-feira, também em Itaquera.

    Veja Também