Renato Augusto usa cola para defender ataque do Corinthians

    Após longa espera, Renato Augusto apareceu para conceder entrevista no CT do Parque Ecológico munido de um papel dobrado. Eram dados a ser utilizados pelo meia em suas respostas, entregues pelo departamento de comunicação do Corinthians, e a expectativa se confirmou com muitas perguntas sobre o nem sempre produtivo ataque alvinegro.

    “É uma colinha. Não são só vocês que têm papel. Está todo o mundo cheio de perguntas, eu estou pronto. São algumas estatísticas que me passaram. Vamos ver como a coisa vai se desenrolar”, sorriu. “A gente ouve muito sobre a falta de gols, sobre vencer por poucos gols. E o Brasileiro está assim, você não vê ninguém goleando. Eu vim pronto.”

    Não demorou para que fosse mencionado o dado de que o Corinthians é o único entre os seis primeiros colocados que não chegou aos 20 gols no Campeonato Brasileiro. São 17 bolas colocadas na rede pelo atual vice-líder, uma enorme diferença de 12 em relação ao Atlético-MG, primeiro colocado.

    “Vocês veem por esse lado, de que não fez 20 gols. Eu digo que temos a melhor defesa, não chegou nem a dez gols sofridos (9). Dentro do saldo de gols, acredito que a gente esteja entre os quatro (de fato, é o quarto). Vocês vão procurar defeito onde tem, vou falar nossa virtude. Pela defesa que nós temos, pela forma de que estamos jogando, vamos brigar ali em cima”, disse Renato.

    Menos produtivo do que o sistema defensivo, o ataque tem em Vagner Love o alvo das maiores críticas. E o centroavante, que não balançou a rede nas últimas partidas, conversou com Renato Augusto sobre o bom aproveitamento do Corinthians, apenas dois pontos atrás do líder.

    “O Vagner me falou uma coisa, comecei a rir: ‘O campeonato é de pontos corridos, não de gols corridos’. É verdade. Tem que vencer o jogo. Não importa quem fez. O futebol mudou. Não é um jogador que tem de fazer o gol, e todo o mundo tem de defender. O Jadson é o artilheiro e vive dando carrinho, você vê o Malcom ajudando. Ao mesmo tempo, como aconteceu agora, o Felipe, que é zagueiro, faz gol”, comentou o meia.

    A noite de quarta-feira é teoricamente uma boa oportunidade para a produção ofensiva crescer. O adversário é o Vasco, que está na zona de rebaixamento e sofreu 26 gols em 15 rodadas. A formação de São Januário vem de uma goleada sofrida em casa para o Palmeiras e tem um saldo negativo de 18 gols.

    Veja Também

    Notícias do Corinthians

    Comments (1)

    1. Avatar
      Dionatas Paula Rodrigues

      Principal jogador do elenco mas quando joga não parece que cansa.

    Comments are closed.