Rodriguinho vê clássico favorável ao Corinthians e diz: “vamos confiantes”

    • Adalberto Marques/Dia Esportivo/Estadão Conteúdo

    As duas derrotas nos três últimos jogos não abalaram a confiança do Corinthians. Essa avaliação é do meia Rodriguinho, que mostrou otimismo para o clássico contra o Santos, domingo, às 16h, na Vila Belmiro, pela 23ª rodada do Brasileirão. O jogador acredita que o Timão poderá ter vantagem por causa do estilo de jogo do Peixe, que busca atacar seus adversários quando joga em casa.

    – Todo jogo é especial, e por se tratar de clássico nos dá uma motivação a mais. Na minha opinião, nas partidas que perdemos, jogamos mais que os adversários (Vitória e Atlético-GO). A equipe adversária se defendeu, e não conseguimos colocar as bolas para dentro. Quando nosso time joga contra um adversário que ataca, o jogo é outro. Por isso vamos para lá confiantes, mesmo jogando fora de casa, em busca da vitória – disse Rodriguinho, em entrevista coletiva após o treino desta terça-feira.

    Rodriguinho minimizou o fato de a vantagem do Corinthians para o vice-líder Grêmio ter caído para sete pontos na última rodada. Por outro lado, o jogador fez um alerta para o clássico: não pode deixar a diferença de 12 pontos para o Santos, terceiro colocado, cair.

    – É um jogo muito importante pelo fato de não deixar o Santos se aproximar. Temos de ter bastante cuidado para ter boa performance e merecer a vitória – afirmou.

    Outro fator que deixa Rodriguinho animado para o clássico é a possibilidade de o técnico Fábio Carille contar com o time ideal. A única dúvida é Arana, que voltou a trabalhar em campo nesta terça-feira após recuperar-se de lesão na coxa direita.

    – O clima está bom. Por mais que a distância tenha diminuído, estamos confiantes em retomar o caminho das vitórias. Ter todo mundo à disposição nos dá confiança para retomar o trabalho – disse Rodriguinho, que explicou por que está tranquilo mesmo após as duas derrotas.

    – Acho que a tranquilidade tem de existir no trabalho para mantermos o foco. Acho que a palavra é essa: foco. A equipe está ciente do que tem de fazer durante o ano. O time tem de estar focado para manter o ritmo para voltar a vencer. É normal essa oscilação, mas não podemos perder o foco – opinou o jogador.

    Veja Também

    Notícias do Corinthians
    Notícias do Corinthians