Segredo do título? Corinthians passa em branco em mais da metade do ano

    • Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

      Balbuena ficou feliz com a vantagem que o Corinthians mantém

      Balbuena ficou feliz com a vantagem que o Corinthians mantém

    A força defensiva deve ser o principal trunfo do Corinthians na busca pelo título do Campeonato Brasileiro, torneio que o time de Fábio Carille lidera com larga vantagem a apenas nove rodadas do fim. O discurso dos jogadores após o empate em 0 a 0 com o Grêmio na última quarta-feira concorda com os números que o Timão atingiu na Arena de Itaquera: agora são 33 partidas sem sofrer gols em 62 exibições na temporada, o que dá 53,2%.

    “Esse jogo nos deixa satisfeitos porque mantivemos a vantagem de nove pontos. Tentamos ganhar, mas não perder também é bom, somar pontos é bom, muito importante. Sabemos que será lutado até o final e temos que seguir trabalhando pela nossa vantagem”, disse o zagueiro Balbuena, enquanto o companheiro Pedro Henrique falou que os nove pontos à frente do Grêmio não pode fazer o Timão se acomodar.

    “Nós vamos entrar sempre para ganhar, porque a vantagem não entra em campo. Não dependemos de ninguém além da gente para sermos campeões, então será muito importante não tomar gols, sempre entramos com esse objetivo”, comentou o garoto, substituto de Pablo na Arena Corinthians.

    O Corinthians jogou 62 vezes nesta temporada, somando pré-temporada, Paulistão, Copa do Brasil, Copa Sul-Americana e Brasileiro. Foram 80 gols marcados e 35 sofridos em 34 vitórias, 22 empates e somente seis derrotas – o aproveitamento em 2017 é de 66,6% dos pontos. Campeão estadual, eliminado na quarta fase da Copa do Brasil e nas oitavas da Sul-Americana, o time de Fábio Carille agora briga pelo sétimo título nacional.

    O maior trunfo em nome da conquista do Brasileirão pode ser justamente a força de sua defesa. Restam nove jogos, contra Botafogo, Ponte Preta, Palmeiras, Atlético-PR, Avaí, Fluminense, Flamengo, Atlético-MG e Sport.

    Veja Também