Sem laterais, Tite elogia Edenílson e diz: 'Não vou tirar a alegria dele'

    Sem Alessandro e Weldinho, lesionados, sobrou para o volante Edenílson a missão de atuar na lateral direita do Corinthians contra o Nacional-PAR, nesta quarta-feira, às 22h, no Pacaembu, pela Taça Libertadores. Tite aposta em uma boa atuação do marcador, mas, de preferência, quer tê-lo por perto no início da partida.

    A intenção do treinador é que o Timão ataque para o gol localizado próximo ao tobogã no primeiro tempo. Com isso, Edenílson ficaria posicionado no gramado exatamente ao lado do banco de reservas alvinegro, facilitando a comunicação.

    “Se tiver a possibilidade, quero que fique do lado do meu banco para qualquer orientação. Ele fez alguns jogos ali e, por ser volante, se adapta. Claro que não tem a mesma naturalidade, claro que vai cometer algum erro, mas é um jogador centrado, equilibrado, que tem amadurecido muito. Ele vai jogar bem”, cravou Tite.

    Com a necessidade do Corinthians em vencer os paraguaios para não permitir que o Cruz Azul-MEX abra uma grande vantagem na liderança do Grupo 6, Edenílson terá também funções ofensivas. Tite quer o jogador avançando para ajudar o ataque a furar o bloqueio rival.

    “Não vou tirar a alegria das pernas dele. Ele é levezinho. Se é daquele lado, vai embora. Ele é leve, flutua e vai ter a oportunidade de agredir. Quando o Fábio Santos sair, ele vai ficar mais contido, mas terá liberdade total do lado dele”, explicou o comandante.

    Edenílson, aliás, vem se transformando em curinga no Timão. Contra o Catanduvense, pelo Paulistão, ele foi testado na vaga de Ralf, como primeiro volante.

    Reportagem: Globo Esporte

    Veja Também

    Notícias do Corinthians