Sheik ainda pode ganhar despedida oficial do Timão contra o Inter

    Emerson Sheik ainda pode ganhar uma despedida oficial do Corinthians. Clube conversa com seu empresário, Reinaldo Pitta, sobre os detalhes de como seria o evento, que seria realizado neste sábado, no jogo contra o Internacional, na Arena Corinthians. O clube mantém a intenção de homenageá-lo, como acordado há cerca de um mês, mas quer se resguardar contra qualquer problema jurídico ou financeiro, já que o contrato do jogador não será renovado.

    A possibilidade de o camisa 11 ser, inclusive, utilizado por Tite diante dos gaúchos não está descartada, mas sem uma definição se aconteceria desde o início do jogo ou apenas durante os 90 minutos, como aconteceu nos três primeiros confrontos do Campeonato Brasileiro, quando o treinador o colocou no segundo tempo. Emerson Sheik não treinou na tarde de segunda-feira no CT, pois negocia com o Flamengo os últimos detalhes de sua transferência.

    Como o contrato de Sheik termina apenas no dia 31 de julho, o Corinthians não precisa da anuência rubro-negra mesmo que saia o acordo com o clube carioca. Porém, vale lembrar que Guerrero pediu para ser liberado antes do término do contrato, abriu mão dos seus últimos dois salários e, obviamente, teve a liberação do Timão, que não tinha interesse em gastar mais esse dinheiro. Com Sheik pode acontecer a mesma coisa, o que poderia impedir o jogo de despedida.

    O departamento de marketing aguarda o aval dos responsáveis pelo departamento de futebol profissional para realizar a homenagem ao herói da conquista do inédito título da Copa Libertadores de 2012. Sheik ainda ganhou um Brasileiro, uma Recopa, um Paulista e um Mundial de Clubes da Fifa pelo Timão.

    Veja Também

    Notícias do Corinthians