Timão espera fim do Italiano para tentar seduzir Alexandre Pato

    A diretoria do Corinthians não esconde mais que quer um centroavante renomado para reforçar a equipe no Campeonato Brasileiro e suprir a saída de Adriano como grande estrela do elenco. Um dos nomes que mais agradam é o de Alexandre Pato. Apesar de a negociação ser considerada bastante complicada, o Timão mantém esperanças de contratar o atacante do Milan-ITA no segundo semestre.

    A intenção é seduzir Pato com a estrutura do departamento médico do clube. O jogador enfrentou sérios problemas físicos na última temporada e pouco atuou. Como o time italiano vem tendo dificuldades para colocá-lo em condições de ter uma sequência de jogos, o Corinthians acredita que pode convencê-lo a se recuperar em São Paulo.

    A estratégia alvinegra, neste momento, é esperar. Pato está praticamente recuperado de uma lesão na coxa direita e pode até ser escalado na última rodada do Campeonato Italiano, contra o Novara, domingo, no San Siro. Depois disso, o Timão aguarda por uma posição do jogador e do Rossonero. Além de colocá-lo em condições, o clube paulista entende que, no Brasil, o atacante recuperaria também o espaço na Seleção Brasileira de Mano Menezes.

    O Corinthians, porém, já agiu nos bastidores para encaminhar a transação. A carreira de Pato é gerenciada pelo empresário Gilmar Veloz, mesmo agente do técnico Tite. Por intermédio dele, o treinador chegou a conversar com o jogador por telefone, deixando as portas do clube abertas para um possível acordo no fim da temporada europeia.

    Em contato da reportagem, Veloz não quis entrar em detalhes sobre o interesse corintiano, mas não descartou conversar depois que o jogador entrar em férias.

    “Ainda não é o momento para falarmos disso. Vamos esperar acabar o campeonato.”

    A boa receptividade de Pato com a possibilidade é o que faz os corintianos crerem que a ideia pode avançar. A diretoria sabe que a negociação é complicada por tudo o que o jogador representa na Itália. Aos 22 anos, ele ainda é considerado uma joia pelo Milan, além de ser namorado de Barbara Berlusconi, filha do ex-primeiro ministro italiano Silvio Berlusconi, dono do clube.

    Um obstáculo a mais é o interesse de outros clubes. Em janeiro, o Milan recusou uma proposta de R$ 70 milhões (€ 28 milhões) do Paris-Saint Germain. Por isso, uma transação nos moldes que o Corinthians imagina aconteceria somente se Pato manifestasse o desejo de ser emprestado.

    “Estamos esperando o fim do Campeonato Italiano para ver. Ele é um grande jogador, mas é algo que precisa partir de lá (Itália) para cá”, afirmou o gerente de futebol Edu Gaspar.

    O Corinthians vem procurando alternativas no mercado. O uruguaio Diego Forlán, do Inter de Milão-ITA, e Nilmar, do Villarreal-ESP, foram sondados, mas as conversas não avançaram.

    A estratégia do clube é encontrar jogadores que possam ser contratados sem a necessidade de comprar os direitos, como aconteceu com Ronaldo e Adriano. Grandes investimentos, como o clube quis fazer com o argentino Tevez, foram descartados pelo novo presidente, Mário Gobbi Filho.

    Mesmo Pato tendo um dos maiores salários do Milan, o Timão crê que pode arcar com os vencimentos contando também com uma arrecadação através de campanhas de marketing.

    Reportagem: Globo Esporte

    Veja Também

    Notícias do Corinthians
    Notícias do Corinthians