Alessandro - Jair Ventura - Corinthians

    Timão vê chances de queda subirem na reta final e busca reação para melhorar números

    Fonte: Bruno Teixeira via Facebook

    A temporada de 2018 está terminando de forma melancólica para o Corinthians. Após o título do Campeonato Paulista, a equipe apenas acumulou decepções no ano. Após as saídas do treinador Fábio Carille e do meia Rodriguinho, o time não conseguiu reencontrar o bom futebol. Acabou acumulando eliminações e agora se assusta com o fantasma da Série B. Com números ruins, o alerta para torcedores e jogadores está piscando no vermelho.

    Os problemas do Corinthians começaram com a saída de Carille. Por conta de alguns problemas internos, e mais uma proposta milionária, o treinador se despediu do time e deixou muita saudade. O substituto Osmar Loss não conseguiu repetir o sucesso no trabalho e ficou pouco tempo no cargo. Para o lugar dele chegou Jair Ventura, que também não impressionou até o momento.

    Com um aproveitamento perto dos 30%, o atual comandante do Timão é um dos piores treinadores, pelo menos em números, que passou pela equipe recentemente. Ele está com números piores que Osmar Loss, que deixou a equipe com um aproveitamento de 46,8%. Em 2007, quando o Corinthians acabou rebaixado para a Série B, o treinador Nelsinho Baptista saiu do time com 33,3%.

    Fonte: SC Corinthians Paulista via Facebook

    Os números são um alerta para o final de uma temporada muito ruim. O Corinthians foi eliminado da Copa Libertadores nas oitavas de final e, mais recentemente, também perdeu a Copa do Brasil para o Cruzeiro. Com isso, apenas o Campeonato Brasileiro sobrou, mas a luta parece que vai ser para não passar por um segundo vexame histórico.

    A Fiel tem apoiado o time e a cobrança sobre o treinador Jair Ventura não é tão forte. No entanto, o alvo da torcida parece ser o presidente Andrés Sanchez. Desde a chegada do dirigente, o clube tem acumulado vendas de jogadores importantes e contratações duvidosas que pouco ajudaram o futebol da equipe. A falta de opção ofensiva no time é algo questionado desde o começo do ano.

    Matemática e estatísticas assustam no final do Brasileirão

    Os números não parecem estar ao lado do Corinthians, principalmente nos meses recentes. Só em outubro, o Timão chegou a 11% de chance de ficar entre os quatro piores do Brasileirão, um aumento considerável em comparação a setembro, que era de 3%, em números divulgados pela ESPN Brasil. Além disso, em portais de apostas como a Betfair Brasil, o Corinthians também já aparece com números que podem desagradar e amedrontar o torcedor corintiano.

    Fonte: SC Corinthians Paulista via Facebook

    A sequência negativa nos meses de setembro e outubro foi determinante para o time ter que se preocupar neste final de temporada. Porém, os números que assustam os corintianos podem servir também de alerta para o time voltar a render nas últimas rodadas. Em uma temporada que começou com sonhos de títulos grandes, como a Libertadores, o Timão precisa acordar para a realidade e se afastar da zona de rebaixamento. Com a força da torcida na Arena Corinthians, e com o jogadores como Cássio, Fágner, Sheik e Jadson é possível acreditar que o time consiga subir na tabela e fique longe dos piores times do Campeonato Brasileiro.

    Veja Também