Time do 6 a 1 vira base do Corinthians às vésperas de novo clássico na arena

    O time reserva do Corinthians que goleou o São Paulo por 6 a 1, em novembro do ano passado, agora pode ser considerado base da formação principal comandada por Tite. Às vésperas do reencontro com o rival, neste domingo, na arena em Itaquera, o técnico alvinegro acompanha o crescimento de nomes que brilharam naquele dia.

    O Timão começou aquele jogo com Cássio; Fagner, Felipe, Edu Dracena e Uendel; Ralf, Bruno Henrique, Rodriguinho e Danilo; Lucca e Romero. Destes, Dracena e Ralf saíram.

    Os outros nove são considerados titulares no início da atual temporada, já que reforços como Guilherme, Giovanni Augusto e André ainda precisam de tempo de adaptação.

    Os heróis do clássico, porém, não ganharam a posição apenas por causa da debandada dos antigos titulares. Nomes como Ángel Romero e Bruno Henrique conquistaram a confiança de Tite na pré-temporada e foram personagens importantes nas primeiras partidas do ano.

    Romero fez dois gols na goleada e desde então passou a viver nova fase. Antes deixado de lado, começou 2016 como titular e já fez quatro gols entre amistosos e partidas do Campeonato Paulista – mesmo número que conseguiu no ano passado inteiro.

    Bruno Henrique, por sua vez, é considerado titular incontestável no meio-campo, em posição antes ocupada por Ralf. O clube até contratou Willians, concorrente no setor, mas Tite confia em Bruno como um dos novos pilares por alguns motivos: técnica, liderança e tempo de casa.

    O clássico ainda serviu como confirmação para Lucca, atacante emprestado pelo Criciúma que ainda tenta se firmar no time. Danilo, um pouco esquecido na reserva, jogou muito no Majestoso e garantiu contrato por mais um ano. Rodriguinho ganhou oportunidade para tentar substituir Renato Augusto.

    Menos de três meses depois, a maioria deles volta a campo para rever o rival. Dos titulares do 6 a 1, Uendel, Danilo e Romero devem ser poupados para a estreia na Taça Libertadores, na próxima quarta-feira, contra o Cobresal.

    Por outro lado, Fagner, Bruno Henrique e Rodriguinho não participaram da vitória sobre o Capivariano, na quinta-feira passada, para poder jogar o Majestoso. O técnico Tite encara o jogo como um teste ideal para o novo Corinthians.

    – Atlético-MG e Shakhtar (pelo Torneio da Flórida) foram dois testes muito fortes. O São Paulo vai estar dentro desse nível. Em outros casos enfrentamos equipes bem entrosadas, caso do Audax. Mas, pela grandeza dos jogos, fica na linha de Shakhtar e Atlético – explicou Tite.

    Veja Também

    Notícias do Corinthians

    Comments (9)

    1. Avatar
      Herivelto Melo

      Bom freguês é sempre freguês ,, vai corinthiansssssssssssssss é noissssss

    2. Avatar
      Clesio Fernandes Brito

      Amanhã é outro jogo e apesar do SPFC ser um freguês histórico não há favorito…. O Corinthians jogou muito mal na quarta mas tenho certeza que o Tite vai transformar esse monte de novatos no bando de corintianos em um GRANDE TIME

    3. e isso meus amigos, companheiros de torcida, vamos apoiar o nosso timao, vai coooorinthianssss

    4. Avatar
      Leideane Silva

      Corinthians

    5. Avatar
      Marcelo Guimarães

      12?

    6. Avatar
      Jose Carlos

      Esse e o time melho do mundo vai timao

    7. Avatar
      Jose Carlos

      Esse e o time melho do mundo vai timao

    8. Avatar
      Eduardo Alves

      Eeeee.nois.timaoooooo…

    9. Avatar
      Eduardo Alves

      Eeeee.nois.timaoooooo…

    Comments are closed.