Tite evita culpar falta de dinheiro pela má fase do Corinthians

O Corinthians vive um momento conturbado fora de campo e, para piorar, perdeu os últimos dois jogos no Campeonato Brasileiro, respectivamente, para Palmeiras (domingo) e Grêmio, na noite desta quarta-feira. O técnico Tite falou após o duelo em Porto Alegre e voltou a negar que a falta de dinheiro, que atrasa o pagamento de direitos de imagem, luvas e premiações, esteja sendo fundamental para a queda de produção da equipe.

– Não, porque a pergunta é oportunista. Quando esteve jogando seu melhor futebol, já estava com problemas de salários. Atleta tem amor pelo que faz, essa conotação tem de tomar cuidado antes de falar – afirmou.

O treinador corintiano lembrou que o cenário do clube até o fim desta temporada será de contenção de despesa para que em 2016, com o aumento substancial da cota de televisão, os grandes jogadores e reforlços voltem à pauta da diretoria.

– O presidente (Roberto de Andrade) falou em dar um passo para trás, para dar dois ali na frente no próximo ano – lembrou Tite, que lamentou o início ruim da equipe.

– Nessa fase de estruturação de composição de equipe é preciso vir o resultado, teve um nível de concentração baixo e foi determinante, criou chance de buscar o empate, um volume grande, mas correr atrás do resultado nesse momento de busca de confiança foi fundamental para perder – finalizou.

O Corinthians volta a jogar neste sábado, às 22h, na Arena Joinville.

Notícia Anterior

VÍDEO: Grêmio 3 x 1 Corinthians

Próxima Notícia

Comida fria e falta de grana fazem Arena Corinthians perder acordo de R$ 40 milhões

PUBLICIDADE
Veja Também
P