Tite revela que atacante Liedson pediu para não viajar ao Equador

    Titular desde o início do ano mesmo sem apresentar um grande rendimento, Liedson perdeu a vaga de titular e sequer viajou com a delegação do Corinthians para enfrentar o Emelec, nesta quarta-feira, às 21h50m (de Brasília), em Guayaquil, pelas oitavas da Taça Libertadores. Segundo o técnico Tite, o Levezinho pediu para ficar em São Paulo para fazer um trabalho específico e voltar no segundo confronto, dia 9, no Pacaembu.

    “Conversei há 15 dias com o Fábio (Mahseredjian, preparador físico) para dar velocidade e força maior ao Liedson. Ele começou a fazer esse trabalho de melhoria. Nesse momento eu entendi pela saída dele pelo bom momento do Willian. Ele (Liedson) disse: “não é porque estou saindo, mas, talvez, não seja melhor ficar em São Paulo para estar bem no outro jogo?”. Eu entendi que ele ficasse e trabalhasse”, revelou o comandante.

    Apesar de não ter lesões, Liedson não vive um bom momento técnico na temporada. O Levezinho tem muita dificuldade para escapar da marcação adversária, o que ficou evidenciado com a retrancada da Ponte Preta, em jogo que custou a eliminação do Timão nas quartas do Campeonato Paulista.

    Os gols também desapareceram. Ao contrário do ano passado, quando fez 23 e foi decisivo na conquista do Brasileirão, o centroavante balançou a rede apenas três vezes em jogos oficiais (dois diante do Oeste e um contra o Táchira-VEN) – ele marcou também uma vez no amistoso contra o Flamengo, disputado em Londrina, em janeiro.

    Mesmo que seja relacionado para o segundo jogo das oitavas, Liedson dificilmente recuperará a vaga de titular. Willian vem sendo bastante elogiado pelo treinador e terá a chance de atuar como centroavante.

    Reportagem: Globo Esporte

    Veja Também

    Notícias do Corinthians
    Notícias do Corinthians