Vagner Love ganha mais espaço e vira concorrente entre centroavantes

Vagner Love chegou ao Corinthians por um pedido do técnico Fábio Carille como uma oportunidade de mercado e, em meio à contratação de Boselli e o retorno de Gustagol, exaltado pela versatilidade. Escalado como segundo atacante e pelas pontas enquanto os dois concorrentes se revezavam na frente, ele teve sua segunda chance como centroavante na semana passada, contra o Vasco, e voltou a ser aproveitado no setor na noite de sábado, contra o Grêmio, em Itaquera.

“Sabemos que vamos ter uma maratona de jogos muito grande. Hoje entrei na minha posição de origem, fiquei feliz por isso, mas sempre deixei bem claro que quero estar em campo ajudando, seja de centroavante, pelo lado, com dois atacantes, eu quero ajudar”, comentou Love, que cada vez mais parece destinado a ser um homem de área.

Ainda que tenha feito alguns bons jogos jogando pelo lado, Love viu crescer sua produção como centroavante e, além disso, observou a ascensão de novos nomes para as pontas, como Mateus Vital. Com a chegada de Everaldo, atleta que estava no Fluminense, é improvável que haja tantas chances nas pontas daqui para frente.

“A sequência vai ser grande, são dez jogos em 30 dias e temos que estar bem para suportar tudo isso”, continuou o camisa 9, que entrou no intervalo contra os gaúchos e quase conseguiu assegurar a vitória da equipe. Para ele, observar de fora tem sido importante neste reinício de trajetória pelo Corinthians.

“É quando, a gente está de fora temos uma leitura melhor do que está acontecendo, vemos onde que os espaços estão acontecendo e a gente procura cair lá e fazer boas jogadas. Tive uma boa oportunidade, quase fiz o gol e temos que estar ligados porque quem entra pode mudar o jogo”, concluiu o jogador.

Notícia Anterior

"Estamos em um processo de melhora", diz Carille após empate com o Grêmio

Próxima Notícia

Régis festeja estreia pelo Corinthians: 'Feliz de estar vestindo essa camisa'