Valentim cutuca Carille em questão tática: “Tem que lembrar que fez gol com impedimento”

    O Palmeiras parece ainda não ter esquecido a derrota contra o Corinthians, no último domingo (5 de novembro). Questionado sobre o peso do revés contra o rival e o posicionamento defensivo adotado pelo Verdão sob seu comando, Alberto Valentim alfinetou o técnico corintiano Fábio Carille e defendeu suas ideias.

    Não perca a Copa Paulista nos canais FOX Sports

    “O jogo em Salvador (derrota contra o Vitória) foi o nosso pior mesmo. A equipe teve muitas baixas. Contra o Corinthians, fizemos um grande jogo. O treinador que falou que ganhou o jogo na nossa linha alta tem que lembrar que fez o primeiro gol com impedimento. Então não teve essa frustração por não ter vencido. Fica o sabor amargo, mas entramos em campo para vencer o Vitória. Ali, já tínhamos esquecido o Corinthians. Como falei algumas vezes, não temos tempo para comemorar vitória e ficar com a cabeça baixa depois de derrota”, disse o treinador interino.

    Sob o comando de Alberto Valentim, o Palmeiras atua com seus defensores frequentemente posicionados na linha de meio-campo, tendo o objetivo de compactar a equipe. No Derby de Itaquera, o Verdão foi derrotado pelo Corinthians por 3 a 2. O placar foi aberto por Romero, em jogada que o paraguaio estava impedindo após chute cruzado de Rodriguinho, ampliado por Balbuena em jogada de escanteio e finalizado por Jô, de pênalti.

    Já contra o Vitória, a linha alta, defendida pelo treinador, apresentou problemas. No segundo tento do Rubro-Negro, que venceu por 3 a 1, Juninho errou o bote e permitiu que Tréllez fizesse o giro e avançasse sozinho desde o meio-campo, sem marcação. Após o confronto, o técnico já havia justificado a opção.

    “Quando temos a bola, procuramos jogar, não esperamos o Vitória atrás. Marcamos na altura intermediária, mas os erros não foram por pressionar muito e tomar um contra-ataque rápido. São erros que acontecem e temos de corrigir. Precisávamos do triunfo, vamos ter de rever algumas coisas já para o jogo contra o Flamengo, porque precisamos reagir o mais rápido possível”, disse o comandante.

    Após o revés por 3 a 2 sobre o Vitória, na última quarta-feira, os muros do Palestra Itália foram pichados chamando o time de sem vergonha e questionando a ausência de Felipe Melo entre os atletas titulares. Em seguida, houve uma discussão e troca de xingamentos de Egídio com um torcedor durante desembarque do clube, e a principal organizada da equipe chegou a elaborar uma ‘lista de dispensas’ para 2018.

    Veja também:

    Fla e Palmeiras miram Diogo Barbosa

    Messi sonha disputar a Libertadores

    Corinthians abre o jogo sobre Zeca

    Crédito da Foto: Cesar Greco/Palmeiras

    Veja Também