Torcida - Arena Corinthians

    Acordo com BMG não tem relação com naming rights da Arena Corinthians

    O Corinthians findou um jejum de 21 meses e confirmou na manhã dessa quinta-feira o Banco BMG como novo patrocinador máster da equipe. Durante o anúncio oficial, Luis Paulo Rosenberg, diretor de marketing corintiano, revelou que na próxima terça-feira novos detalhes serão contados por Andrés Sanchez, mandatário do clube, e Ricardo Guimarães, dono da instituição mineira.

    Desde 2014, o Corinthians busca vender o naming rights da Arena Corinthians (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

    Desde então, cresceu a expectativa entre os torcedores para um eventual acordo que envolva o naming rights da Arena Corinthians. O mistério em cima do tom otimista de Rosenberg aguçou ainda mais a curiosidade e elevou a esperança entre torcedores, como ficou fácil de ser notado por meio das redes sociais “Vocês vão ver a natureza do produto”, disse Rosenberg, enigmático.

    Porém, a Gazeta Esportiva apurou que o contrato entre Corinthians e BMG não tem qualquer relação com o estádio de Itaquera. Todas as ações e compromissos firmados remetem a exposição da marca, parceria em eventos e metas a serem alcançadas junto à Fiel e ao time de futebol em campo.

    Desde 2014, quando a Arena foi inaugurada, o Corinthians luta para encontrar quem aceite pagar uma quantia na casa dos R$ 400 milhões para deter o direito pelo nome da casa alvinegra por pelo menos 30 anos.

    O momento complicado do país na economia, como um todo, atrapalhou os planos dos dirigentes corintianos na busca pela venda do naming rights. Nesse primeiro momento, não será o BMG a acabar com essa angústia.

    Veja Também