Fabio Carille - Corinthians

    Balanço da pré-temporada: veja quem ganha moral no Corinthians de Carille

    Depois de 21 dias de pré-temporada, o Corinthians se mostra mais próximo do time que o técnico Fábio Carille quer ver em 2017.

    Estreante no cargo, o comandante fez testes, montou formações e utilizou todo seu elenco em três amistosos: duas vitórias e um empate, com derrota nos pênaltis. Período que serviu para Carille ter algumas definições.

    Por um lado, o técnico abriu mão de nomes como Cristian, volante que não foi inscrito no Campeonato Paulista, e Mendoza, atacante colombiano que será emprestado mais uma vez. Por outro, deu oportunidades a quem andava esquecido e tentou aproveitar garotos da base.

    – Tem de melhorar muito, mas pelos 20 dias de preparação, a expectativa está melhor do que a gente esperava – disse Fábio Carille.

    As semanas de treinos mostraram a recuperação de jogadores do elenco de 2016, casos de Cássio e Marquinhos Gabriel. A confirmação de Marlone, que terminou o ano passado em alta. E os bons começos de Moisés e Gabriel, ainda em fase de adaptação.

    VEJA TAMBÉM:
    ► Antes de anúncio, loja do Corinthians vende camisa com o nome de Jadson

    No Torneio da Flórida, o Timão venceu o Vasco por 4 a 1 e empatou sem gols com o São Paulo. Nesta quarta-feira, na Arena Corinthians, a equipe encerrou a preparação ao ganhar da Ferroviária por 1 a 0. O primeiro jogo oficial do ano é neste sábado, contra o São Bento, às 17h (de Brasília), em Sorocaba, pelo Paulistão.

    Veja quem ganhou espaço na pré-temporada:

    CÁSSIO
    A disputa com Walter deve continuar em 2017, mas o goleiro campeão mundial pelo Timão começa o ano “zerado”, livre dos problemas que o prejudicaram na temporada passada. Elogiado por ter voltado das férias bem mais próximo de sua forma ideal, tem mostrado agilidade e reflexos em dia nos treinos. Mostrou segurança nos jogos, o que aumenta a confiança – dele próprio, da torcida e da comissão técnica de Fábio Carille.

    MOISÉS
    Mesmo depois de uma boa Série B pelo Bahia, o lateral-esquerdo voltou ao Timão com a possibilidade de ser emprestado novamente. A repentina saída de Uendel para o Internacional e a convocação de Guilherme Arana para a seleção brasileira sub-20 deram oportunidades imediatas ao jogador. Moisés aproveitou bem, com presença no ataque, boas tabelas com Marlone e consciência defensiva. Não sentiu o peso.

    GABRIEL
    O volante sabe que precisa resolver uma questão: os cartões amarelos, algo que ele mesmo admite. Fora isso, ajudou a dar solidez ao sistema defensivo, que sofreu apenas um gol em três amistosos. Lembra Ralf na disposição, pegada e posicionamento à frente da zaga. Também tem qualidade no passe.

    MARLONE
    Ao lado de Rodriguinho, foi quem terminou 2016 em alta com a torcida. Manteve o nível logo no primeiro jogo do ano, contra o Vasco, quando fez gol e criou jogadas perigosas pelo lado esquerdo. Confirmou a boa fase nas partidas seguintes, e será outra peça-chave do novo Timão, que recusou proposta do Atlético-MG justamente por considerá-lo importante.

    MARQUINHOS GABRIEL
    Com dois gols e uma assistência, mostrou que começou o ano com outro espírito. Mais ligado nos jogos, mas mantendo seu estilo discreto, o meia deixou claro que pode ser alternativa pelas duas pontas da linha ofensiva de quatro jogadores montada por Carille. Dinâmico, vai à linha de fundo, faz jogadas individuais, mas também aparece na área para marcar, como fez contra a Ferroviária. Contratado por R$ 11 milhões, ele sabe que precisa mostrar bem mais futebol do que em 2016. O começo da atual temporada, ao menos, é animador.

    Veja Também

    Comments (4)

    1. Avatar
      Bruno Leonardo

      Bkjjghhhhhbjjbbbbj

    2. Avatar
      Bruno Leonardo
    3. Avatar
      Jodeilson Sousa

      Ninguém, todos fracos a começar por esse técnico, muito fraquinho

    4. Avatar
      Rodrigo Marin de Freitas

      Não fica até o final do paulista…. Perdemos tempo…

    Comments are closed.