Cassio surpreende e treina no CT do Corinthians horas após jogo da Seleção Brasileira

    O goleiro Cássio surpreendeu ao elenco e à comissão técnica do Corinthians na manhã desta quarta-feira. Logo depois de chegar em longo voo que partiu da Colômbia, local onde esteve com a Seleção Brasileira para a disputa das Eliminatórias da Copa do Mundo, na terça, o camisa 12 ignorou a liberação dada pelo clube e treinou forte com o preparador Mauri Lima no CT Joaquim Grava.

    Contribuiu para a presença o fato de o aeroporto de Guarulhos, no qual desembarcou com outros atletas, estar próximo do local de treinamentos do clube, enquanto a residência do atleta fica em Alphaville, na Grande São Paulo, próximo a Barueri. Ainda assim, com a noiva grávida, era esperado que ele fosse para casa. Fagner, que chegou no mesmo voo, Balbuena e Romero, que vieram do Paraguai, só treinarão na quinta-feira.

    Final da Copa do Brasil ao vivo no FOX Sports

    “A gente se surpreendeu, nem sabia que ele ia voltar hoje (quarta), todos esperavam só amanhã (quinta). Fico feliz, a gente vê o apetite que ele está de ajudar também a equipe”, avaliou o volante Gabriel, que apontou o bom ambiente desenvolvido no Alvinegro como um dos motivos para o arqueiro estar presente.

    “Só esse tempinho fora já bate uma saudade também, apesar de estar defendendo o nosso país. Isso é importante, cara experiente, multicampeão, tem uma história linda no Corinthians. Ficamos felizes que ele esteja já treinando debaixo desse sol forte para que, no domingo, nós façamos um grande jogo para buscar a vitória”, continuou o meio-campista, realmente admirado com a disposição do camisa 12.

    A presença inesperada, porém, rendeu alguns breves contratempos na programação da comissão. Com o titular e o retorno de Caíque França, recuperado de uma fratura na mão esquerda, Mauri teve de fazer um trabalho específico para seis goleiros. Os jovens Luan e Filipe, dos sub-20, que vêm treinando com o profissional desde segunda, foram convocados para a atividade e completaram a superlotação ao lado de Walter e Matheus Vidotto.

    O “problema” se resolveu quando os arqueiros que já vinham trabalhando se deslocaram a um campo vizinho para o treino técnico com os atletas de linha. Cássio e Caíque, por sua vez, ficaram por mais meia hora caindo para um lado e para outro até que Mauri liberou a dupla para descansar.

    Saiba mais:

    Flamengo tem plano com Ronaldo

    Palmeiras pode lucrar com Mina

    Mbappé pula e canta com torcedores

    Veja Também