Cerveja fica mais próxima de retornar aos estádios em São Paulo

    • Flávio Florido/UOL

      Cerveja pode ser liberada nos estádios em São Paulo

      Cerveja pode ser liberada nos estádios em São Paulo

    A cerveja está cada vez mais próxima de retornar aos estádios de São Paulo. Na última sexta-feira (28), uma reunião encaminhou o assunto para que o Governo do Estado aprove a proposta e encaminhe para a análise da Assembleia Legislativa.

    O encontro contou com a presença do presidente da FPF (Federação Paulista de Futebol), Reinaldo Carneiro Bastos, do deputado estadual e presidente do TJD-SP (Tribunal de Justiça Desportiva), Delegado Olim (PP), e do vice-governador do Estado, Márcio França.

    A promessa feita no encontro é a de que o governador do Estado, Geraldo Alckimin, vai analisar o caso para que a proposta seja encaminhada para os deputados. Essa é a expectativa de Bastos e seus companheiros de federação. Eles deixaram o encontro otimistas com o avanço das propostas.

    A FPF afirma que a liberação será importante para atrair torcedores para os estádios e destaca o aspecto econômico do término ao veto. A indústria da cerveja e os times conseguiriam lucrar com o retorno da bebida aos bares das arenas.

    Recentemente, a FPF e o Ministério Público se encontraram para discutir o retorno de instrumentos musicais e bandeirões aos estádios. O tema cerveja não foi debatido por entender que é necessária a liberação da lei antes de qualquer conversa. 

    Durante a Copa do Mundo, o Estado de São Paulo teve a cerveja liberada nos seus estádios com base em uma lei que funcionou apenas durante o Mundial. Logo após a última partida, o veto voltou.

    Enquanto isso, outros Estados liberam a venda normalmente, como é o caso do Rio de Janeiro, por exemplo.

    Veja Também