Roberto de Andrade - Corinthians

    Cinco vezes em que a diretoria do Corinthians se contradisse no pós-Tite

    O Corinthians enfrentou dificuldades na temporada. Dentro de campo, o time não conquistou título. Tampouco alcançou uma vaga na Libertadores. Fora das quatro linhas, a tendência foi a mesma. O fracasso durante o período foi ratificado com algumas contradições da diretoria alvinegra.

    Desde a saída do técnico Tite, em junho, alguns integrantes da cúpula corintiana garantiram certas situações. Elas, no entanto, não duraram tanto – ou nem chegaram a ser uma realidade. Todas elas estiveram ligadas à busca por treinadores.

    De junho até aqui, o Corinthians contratou dois técnicos em menos de um ano – fato que não ocorria desde 2010. Cristóvão Borges assumiu o time alvinegro logo após a saída de Tite, mas durou pouco: apenas 18 jogos. Após um período com Fábio Carille à frente da equipe, o clube acertou com Oswaldo de Oliveira, que acabou demitido após o Brasileirão.

    Agora, às vésperas da pré-temporada, o Corinthians, depois de dificuldades no mercado, anunciou Carille como o treinador do time para a temporada 2017.

    Confira as maiores contradições da diretoria corintiana:

    Cristóvão ficará no clube
    No dia 12 de agosto, Cristóvão Borges ganhou respaldo do presidente Roberto de Andrade. Na entrevista coletiva, o dirigente disse que estava satisfeito com o desempenho do comandante.

    “Futebol é muito dinâmico, mas não quero dizer que se o resultado não vier ele vai embora. Estamos muito satisfeitos com o Cristóvão. Acho muito difícil que a gente mude de ideia. É uma filosofia nossa, principalmente se observamos que o trabalho é bem feito. A torcida olha só o resultado. A gente não, ele também é levado em conta, mas o dia a dia também”, disse Roberto, que demitiu o treinador 36 dias depois.

    Carille será o treinador até o fim do ano
    Após a derrota por 2 a 0 para o Palmeiras, em setembro, Roberto de Andrade afirmou que não havia outra possibilidade que não ter o interino Fábio Carille como técnico até dezembro. Depois de 24 horas, o coordenador de futebol Alessandro disse que não estava “cravando o período” do técnico.

    Dali a três semanas, a diretoria do Corinthians anunciou o retorno de Oswaldo de Oliveira. Carille, por sua vez, voltou à função antiga.

    Oswaldo ficará em 2017
    Oswaldo terminou o Brasileirão contestado pela torcida. Apesar disso, o treinador tinha o apoio da diretoria. O Corinthians entendia que le não poderia ser considerado o responsável pela campanha iniciada por Tite e que teve Cristóvão Borges e o auxiliar Fábio Carille no caminho.

    Para a diretoria, as cobranças só poderiam virar realidade no começo de 2017. Nesse cenário, o presidente Roberto de Andrade, responsável por contratá-lo o experiente treinador, assumiu para si a responsabilidade. No último dia 15, entretanto, Oswaldo foi demitido. E o dirigente teve de se explicar.

    “Acreditávamos no trabalho dele, que nos credenciou a traze-lo para trabalhar conosco. [Mas teve] Este ‘contra’ de todo mundo, que não consigo enxergar o porquê, e os resultados apresentados por ele nos dois meses. Logicamente se sabia que não dá para fazer muita coisa [em dois meses], mas achamos que a resposta do trabalho não foi o mínimo que esperávamos”, explicou Roberto.

    Não é intenção efetivar Carille em 2017
    “Não que ele não mereça, mas, no momento, devemos trazer um nome”. Foi assim que Roberto tratou a possibilidade de novamente efetivar Carille no comando do time corintiano. Era 15 de dezembro. Após tentativas frustradas, porém, o Corinthians o anunciou a decisão.

    Só Rueda foi procurado pela diretoria
    Na coletiva em que Carille foi anunciado como técnico, o diretor de futebol Flávio Adauto disse que apenas um treinador foi procurado pela diretoria: o colombiano Reinaldo Rueda, atual campeão da Libertadores com o Atlético Nacional.

    No mesmo dia, Guto Ferreira confirmou que foi procurado pelo Corinthians, sem evolução nas conversas entre a diretoria corintiana e o empresário do treinador, Adriano Spadotto.

    Veja Também

    Comments (10)

    1. Avatar
      Paulo Barreto

      Enquanto este Deputado estiver no comando do Corinthians vamos afundar igual o Titanic!

    2. Diretoria corrupta e incompetente está afundando o Corinthians como se fosse o Titanic

    3. Avatar
      Devanil Berlatto

      Quando o Homem não tem palavra ele não é nada

    4. Avatar
      Sandro Rocha

      #forarobertodeandrade

    5. Avatar
      Leandro Gancho

      Lixo, fraco, Amador

    6. Avatar
      Andre Gonçalves

      Zagueiros Neuton que está no albacete dá Espanha,Fred do Grêmio reserva lá melhor que o Vilson ,Rever que tá na reserva do inter ,Sidnei do deportivo,Gabriel do Avaí,Lateral Michel Bastos botaria fácil Uedel no banco,volantes Matheus Jesus da ponte ,Douglas Moreira do Criciúma vixi volante ta difícil kkk alguém da uma dica ai? , Bom é os meias Neném do Vasco seria uma boa opção,e entraria contato com Psg tentaria empréstimo do Di Celso,Atacantes Marco Rubens dó Rosário muito melhor Que Lucca!E o Sassá seria bom reserva melhor que o Gustavo., Bom não são tudo isso esses nomes, porém são melhores do que estão no atual elenco

    7. Avatar
      Leandro Mianutti

      Feliz ano novo

    8. Avatar
      Claudio Santos

      Essa corja comandada por Andrés Sanches tem que sair do Corinthians antes que leva o Corinthians para o fundo do poço se é que já não está

    9. Avatar
      Evandro Damasceno

      Tira esse deagraçado daí. Nem mario gobi foi tao ruin quanto esse deagraçado

    10. Avatar
      Expedito Alves Silva

      Lula e dilma ta no corinthians

    Comments are closed.