Confirmação ou virada? Corinthians e Ponte Preta decidem o título paulista

    Neste domingo, às 16h (horário de Brasília), Corinthians e Ponte Preta se enfrentam na arena do Timão, em Itaquera, no ato final do Campeonato Paulista. Quem será o campeão? Os donos da casa querem confirmar a vantagem diante da torcida; os visitantes buscam uma virada histórica para o título.

    Depois da vitória por 3 a 0 no jogo de ida, em Campinas, o Timão está em situação confortável. Pode perder por até dois gols de diferença para ficar com a taça. Vitória da Macaca por três gols leva a decisão aos pênaltis. Uma goleada por quatro ou mais gols dá o inédito título à Ponte.

    A favor do Corinthians também jogam os números. Em 2017, a equipe de Fábio Carille não teve uma derrota sequer pela diferença que precisa a Macaca. Além disso, o Timão nunca perdeu por três gols em 99 jogos na sua nova arena – o jogo 100, neste domingo, significaria o primeiro título conquistado pelo clube no estádio.

    Dentro de campo, Carille não poderá contar com o volante Gabriel e o meia Rodriguinho. Depois de semana cheia para treinar, o técnico decidiu pelas entradas de Paulo Roberto e Camacho. A ideia é manter a posse de bola e evitar ao máximo os riscos que a Ponte pode oferecer.

    A preocupação é óbvia: o Corinthians não quer deixar escapar a chance de conquistar o primeiro título em sua arena. Com seis eliminações marcantes em mata-matas, a taça no Paulistão pode ajudar a apagar as decepções anteriores. Por isso, não houve espaço para soberba durante a semana. Humildade é a palavra mais repetida pelos jogadores mais experientes.

    Ponte tenta acreditar na virada
    Missão impossível, milagre. Pode classificar como for. Realmente é das mais árduas a tarefa da Macaca em Itaquera. O retrospecto no local também joga contra: quatro derrotas em quatro jogos. Por essas e outras estatísticas, o time campineiro desafia a lógica em busca do inédito título de expressão.

    O abatimento tomou conta de todos no Majestoso logo após a derrota por 3 a 0. Dia após dia, a frustração começou a dar lugar ao último fio de esperança em mudar o cenário altamente negativo. O discurso dos jogadores é de lutar até o fim e, caso o resultado não não seja suficiente, ao menos terminar a campanha de forma honrosa.

    – Vamos lutar com todas as nossas forças para fazer um grande jogo. Temos de deixar tudo em campo, sangrar se for preciso, encarar como se fosse o último jogo de nossas vidas. Se vai dar ou não (para ser campeão), só depois vamos saber. Se a Ponte não for campeã, vamos vender muito caro esse título para o Corinthians – disse o artilheiro William Pottker, maior esperança da Macaca para a partida.

    A Ponte chega para o duelo em clima de mistério. Gilson Kleina fechou os últimos treinos para observar opções. As principais dúvidas estão na defesa. Por um lado, o treinador conta com a volta do zagueiro Marllon, livre de suspensão, mas dificilmente terá Yago à disposição. Com dores no joelho, ele não treinou com bola durante toda a semana e está praticamente fora. Existe a possibilidade de o time entrar com três zagueiros. Neste caso, Marllon atuaria ao lado de Kadu e Reynaldo, e Jadson perderia a vaga.

    Veja Também

    Notícias do Corinthians

    Comments (6)

    1. Avatar
      Lete Lopes
    2. Avatar
      Lete Lopes
    3. Avatar
      Lete Lopes
    4. Avatar
      Lete Lopes
    5. Avatar
      Lete Lopes
    6. Avatar
      Lete Lopes
    Comments are closed.